Detentos criam coleção de roupas exclusiva para a SPFW

Iniciativa faz parte do projeto social Ponto Firme, liderado pelo designer e artesão Gustavo Silvestre

São Paulo – A 45ª edição da São Paulo Fashion Week (SPFW) começa no próximo sábado, dia 21 de abril, e um desfile especial deve marcar o primeiro dia do evento de moda mais importante do país. Trata-se da apresentação das roupas em crochê feitas por detentos da Penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos, São Paulo.

A coleção faz parte do projeto social Ponto Firme, liderado pelo designer e artesão Gustavo Silvestre, que há mais de dois anos ensina aos detentos a arte de crochetar. Ao todo, mais de 30 peças serão apresentadas durante o desfile e depois ficarão expostas no Museu da Resistência dentro da Estação Pinacoteca, em São Paulo.

O projeto Ponto Firme, que tem o apoio da Círculo S/A, começou em outubro de 2015 e Silvestre nem nos seus mais lindos sonhos poderia imaginar a proporção que ele iria ganhar. “Quando comecei na penitenciária, eram 11 alunos e apenas três deles sabiam fazer crochê”, afirma Silvestre.

Veja também

No início, os detentos faziam peças de decoração, como tapetes, toalhas e redes. Com o passar do tempo, começaram a se interessar por outras peças até descobrirem a moda. “De dentro do presídio, dava para ver um outdoor com a Gisele Bündchen e eu brincava dizendo que ela poderia desfilar com as roupas criadas por eles um dia”.

A ideia de fazer um desfile profissional com as peças criadas pelos detentos surgiu depois que Silvestre apresentou o projeto Ponto Firme a Paulo Borges, idealizador e diretor criativo da SPFW. Segundo Silvestre, ele gostou da ideia e abraçou a causa.

Como os detentos não poderão assistir à apresentação no próximo sábado, Silvestre organizou no início do mês de abril o mesmo desfile com as mesmas modelos dentro da penitenciária. “Foi extremamente emocionante. Poder tocar na autoestima de pessoas que nunca foram valorizadas é enriquecedor”, afirma Silvestre.

O designer ainda tem planos de abrir uma cooperativa de crochê para acolher ex-detentos e dar a eles a oportunidade de trabalho. De acordo com Silvestre, a ressocialização dessas pessoas é complicada, pois a maioria não tem nenhuma formação e, sem a chance de trabalhar, muitos acabam voltando para o crime.

A 45ª edição da SPFW acontece no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque do Ibirapuera, entre os dias 21 e 26 de abril. O desfile Ponto Firme acontece no sábado às 15:30 horas. Confira o calendário completo dos desfiles a seguir:

Dia 21
12:30 – Água de Coco por Liana Thomaz
15:30 – Projeto Ponto Firme

Dia 23
11:00 – Uma Raquel Davidowicz (Museu da Imigração – Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca)
15:00 – Osklen
16:00 – Samuel Cirnansck
17:30 – João Pimenta (masculino)
18:30 – Patbo
20:00 – Lilly Sarti

Dia 24
11:30 – Reinaldo Lourenço
15:00 – Modem
16:00 – Fernanda Yamamoto
17:00 – TOP 5
18:00 – Fabiana Milazzo
19:30 – Memo
20:30 – Amir Slama

Dia 25
11:00 – A. Niemeyer (Ebac – Rua Mourato Coelho, 1404)
15:00 – Lenny Niemeyer
16:30 – Salinas
17:30 – Beira
19:00 – Cotton Project
20:00 – Lino Villaventura
21:00 – Apartamento 03

Dia 26
11:40 – Gloria Coelho (Faap)
13:00 – Amapô (União Fraterna – Rua Guaicurus, 01 – Água Branca)
15:00 – Ratier
16:30 – Ronaldo Fraga
18:00 – Handred
19:00 – Juliana Jabour
20:00 – João Pimenta (feminino)