Curta brasileiro concorre à Palma de Ouro em Cannes este ano

Ao todo, dez filmes de diversos países, incluindo Colômbia, Espanha e Romênia, foram selecionados pelo Festival

Paris, 13 abr (EFE).- O curta-metragem “A moça que dançou com o diabo”, do paulista João Paulo Miranda Maria, está na disputa pela Palma de Ouro do Festival de Cannes, revelou a organização do evento nesta quarta-feira.

Ao todo, dez filmes de diversos países, incluindo Colômbia, Espanha e Romênia, foram selecionados pelo Festival para o concurso de curtas, cujo programa foi divulgado hoje, na véspera da coletiva que anunciará a seleção total das demais categorias.

Segundo a organização, 5.008 curtas foram recebidos, 458 a mais do que na última edição, para a seção oficial, cujo júri é presidido por Naomi Kawase.

Hoje, os organizadores do Festival também revelaram a seleção oficial da seção Cinéfondation, que elege produções feitas por escolas de cinema. Pela primeira vez, um curto da Venezuela foi selecionado. “La culpa probablemente” é uma produção de Michael Labarca, da Universidade dos Andes.

No total, 18 produções, procedentes de 15 países, foram selecionadas para esta seção, que recebeu 2.300 propostas, sendo dez de trabalhos dirigidos por mulheres.