Criadora da série ‘Girls’ pode ganhar US$ 3,7 mi com livro

Após criar uma das séries mais faladas do ano, Lena Dunham, de 26 anos, tem recebido propostas milionárias para publicar o seu primeiro livro

Na série que Lena Dunham criou para o canal pago HBO, Girls, a sua personagem, Hannah Horvath, diz que pode ser “a voz de uma geração”. A frase é só uma brincadeira, mas parece ter convencido muitas editoras americanas, que estão fazendo uma verdadeira guerra para publicar o primeiro livro de Lena, Not That Kind of Girl: Advice by Lena Dunham (Não Aquele Tipo de Garota: Conselhos de Lena Dunham, em tradução direta).

De acordo com o site da revista The Hollywood Reporter, a atriz e diretora de apenas 26 anos já recebeu propostas de pelo menos cinco editoras grandes — e uma delas se dispôs a pagar exorbitantes 3,7 milhões de dólares pelos direitos do livro. A publicação compara o alto valor oferecido ao que foi recebido pela comediante veterana Tina Fey — 5 milhões de dólares — no ano passado. Na ocasião, a aposta do mercado editorial valeu a pena, já que a obra Bossypants vendeu mais de 1 milhão de cópias.

Segundo o site Slate publicou nesta semana, ciente do alvoroço que o livro de Lena pode causar, sua agente literária colocou o valor inicial das ofertas em 1 milhão de dólares. A obra milionária nada mais é que um conjunto de ensaios sobre diversos temas, dentre eles a perda de virgindade de Lena, sua obsessão com a morte, alimentação saudável e até mesmo um encontro “estranho” com um diretor mais velho — assuntos recorrentes em Girls.

Após estrear neste ano, a série foi indicada a cinco Emmy, mas levou apenas um, pelo elenco. A segunda temporada da série está prevista para janeiro de 2013 e terminou de ser gravada há alguns dias. Girls estreou no Brasil em julho.