Corinthians terá dificuldade para manter elenco campeão

Alguns jogadores estão de saída e, com a visibilidade que o sucesso na competição sul-americana rendeu, outros deverão ser assediados para entrar em outros times

São Paulo – O Corinthians que vai disputar o título do Mundial de Clubes em dezembro, no Japão, terá algumas baixas em relação ao elenco que conquistou a Libertadores na noite de quarta-feira. Alguns jogadores estão de saída e, com a visibilidade que o sucesso na competição sul-americana rendeu, outros deverão ser assediados nos próximos dias. A diretoria promete fazer de tudo para segurar os atletas, mas não será fácil.

O zagueiro Leandro Castán, por exemplo, fez na quarta-feira a sua última partida com a camisa corintiana. Vendido à Roma por cerca de R$ 13 milhões, se apresenta em breve ao clube italiano. Ele estava no Corinthians desde 2009 e participou de 110 partidas.

O atacante reserva Willian também pode tomar o rumo do futebol europeu. Ele pertence a um grupo de empresários e ao banco BMG, que tentam encaixá-lo no Metalist, da Ucrânia.

O volante Paulinho, o jogador corintiano mais assediado, garante que não pretende deixar o clube agora. Além de se sentir em casa e ter a oportunidade de disputar o Mundial, ele está de olho em vaga na seleção brasileira que vai jogar a Copa do Mundo de 2014 e descarta atuar em “cantões” da Europa, como a Rússia – o CSKA Moscou já demonstrou interessante.

O problema é que equipes de centros mais desenvolvidos, como o Valencia (Espanha) e a Inter de Milão (Itália), também sondam o volante e uma investida mais contundente pode fazê-lo mudar de ideia.

O volante Ralf é outro jogador bem cotado na Europa e não está descartada a possibilidade de o Corinthians receber proposta de algum clube.

Uma saída praticamente certa é a de Liedson. No entanto, o atacante não deixará o clube por estar valorizado. Ao contrário, com sérios problemas físicos, ele não consegue mais ser útil para a equipe.