Como planejar e decorar cozinha compacta em espaços pequeno

Descubra porque a cozinha compacta é uma excelente alternativa para imóveis menores

Ter um imóvel amplo, com ambientes de grandes dimensões e em um bairro de cidade grande é, hoje, um luxo para poucos. Isso porque, por vários motivos, o metro quadrado nas áreas urbanas está mais valorizado. 

Sendo assim, as construtoras resolveram investir em soluções de planta baixa diferentes e compactas – onde mesmo em espaços pequenos é possível se ter tudo, da cozinha ao quarto. 

Cozinha compacta: projeto da Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design  Cozinha compacta: projeto da Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design

Cozinha compacta: projeto da Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design (Viva Decora/Divulgação)

Os novos modelos de planta baixa propostos por arquitetos e engenheiros civis têm surpreendido e, inclusive, agradado muitos compradores. 

Mas assim como é apresenta uma série de vantagens também são oferecidos desafios, principalmente na hora de mobiliar. Imagine como é difícil ambientar um cômodo complexo como é uma cozinha, que necessita de tantos armários e equipamentos para funcionar!

Cozinha compacta: projeto de Marel - Grupo Factory e Joana Adamy Fernandes Cozinha compacta: projeto de Marel – Grupo Factory e Joana Adamy Fernandes

Cozinha compacta: projeto de Marel – Grupo Factory e Joana Adamy Fernandes (Viva Decora/Divulgação)

Em um ambiente assim, o decorador tem que ser ainda mais criativo. Ele deve estudar mais e mais opções de como otimizar o espaço. 

E não é coisa fácil! Se o imóvel é tão pequeno assim, uma cozinha compacta será mais do que uma solução, mas uma condição inquestionável. Veja a seguir dicas de como lidar com o planejamento de cozinhas compactas em espaços pequenos.

Cozinha compacta: projeto de Giuliano Luchetti e Patricia Covolo Cozinha compacta: projeto de Giuliano Luchetti e Patricia Covolo

Cozinha compacta: projeto de Giuliano Luchetti e Patricia Covolo (Viva Decora/Divulgação)

Como ter uma cozinha completa em um espaço pequeno

O maior segredo da arquitetura e design de interiores é o planejamento. Com isso, podem-se conseguir milagres, soluções impensadas para os terrenos mais complexos, para as plantas mais reduzidas. 

Sem isso, seria impossível, por exemplo, ter uma cozinha completa em um espaço pequeno. E o início de tudo é pensar no layout. Como distanciar corretamente todos principais equipamentos – pia, geladeira e fogão?

Cozinha compacta: projeto de Ana Laura Wolcov  Cozinha compacta: projeto de Ana Laura Wolcov

Cozinha compacta: projeto de Ana Laura Wolcov (Viva Decora/Divulgação)

A regra do triângulo funcional

Bem, existe uma regra bem simples em decoração de interiores que diz que o melhor seria criar um “triângulo funcional” dentro da cozinha. 

Ou seja, ao desenhar tal ambiente, o projetista deveria traçar um triângulo imaginário – não precisa ser equilátero – e, assim, tentar colocar cada um desses itens principais em uma das três pontas. Isso deixaria o lugar, em tese, mais útil, funcional; melhor dizendo, otimizado.

Aliás, esta estratégia do “triângulo” funciona tanto para cozinhas pequenas quanto para cozinhas grandes. Mas, é claro que em se tratando de imóveis menores, toda forma de melhorar o projeto traz resultados mais expressivos. 

Uma mudança notada logo de cara é na circulação. A cozinha parece mais ampla, confortável. Fora que dá mais eficiência para a pessoa que prepara as refeições.

Cozinha compacta: projeto de Teresinha Nigri Cozinha compacta: projeto de Teresinha Nigri

Cozinha compacta: projeto de Teresinha Nigri (Viva Decora/Divulgação)

Layout e distribuição de utensílios

Existem vários jeitos de se organizar a planta de uma cozinha. Só que quando se trata de uma cozinha compacta, as opções diminuem. 

Geralmente, o que mais se vê nas propostas das construtoras é uma solução de cozinha em fita. Nesse caso, é feita uma fileira de armários encostada paralelamente a uma parede – ou duas, frente a frente.

Cozinha compacta: projeto de Fernanda Barros de Assunção Cozinha compacta: projeto de Fernanda Barros de Assunção

Cozinha compacta: projeto de Fernanda Barros de Assunção (Viva Decora/Divulgação)

Nas cozinhas em fita, quase sempre a organização acontece do seguinte modo, na sequência, geladeira, pia e fogão no nível inferior. Agora, no nível superior têm-se armários, nicho do micro-ondas e exaustor. 

Em um imóvel pequeno, é difícil ver soluções diferentes desta, principalmente de cozinha em ‘U’, ‘L’ ou ‘ilha’. E, na maioria das construções civis atuais, é feito a cozinha integrada à sala de estar ou jantar e lavanderia.

Cozinha compacta: projetos de Diamond Stone e SP Arquitetos Cozinha compacta: projetos de Diamond Stone e SP Arquitetos

Cozinha compacta: projetos de Diamond Stone e SP Arquitetos (Viva Decora/Divulgação)

Dentro dos armários da cozinha compacta a organização também é simples. Na parte de baixo ficam as panelas, talheres, condimentos e produtos de limpeza. Já na parte de cima, pratos, copos, potes, jarras e vasilhas em geral. 

Tudo que for relativamente leve e não for ser usado com tanta frequência pode ficar no módulo acima do exaustor. Já equipamentos como cafeteira e torradeira, sobre a bancada do balcão mesmo.

Cozinha compacta: projeto de Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design Cozinha compacta: projeto de Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design

Cozinha compacta: projeto de Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design (Viva Decora/Divulgação)

Como deixar uma cozinha compacta mais convidativa

Cozinha compacta em espaço pequeno pode parecer um aperto só. Mas, tem jeito de deixá-la mais agradável, bonita e convidativa. Uma primeira dica é investir em móveis planejados – ou pelo menos modulados – que aproveitem melhor a área livre disponível. 

Também ter a maioria das peças numa mesma cor – de preferência clara e neutra. E o tampo dos balcões o mais liso e com menos recortes possível.

Cozinha compacta: projetos de Juliana Muchon e Maria Helena Torres Cozinha compacta: projetos de Juliana Muchon e Maria Helena Torres

Cozinha compacta: projetos de Juliana Muchon e Maria Helena Torres (Viva Decora/Divulgação)

É importante estudar também como alegrar o ambiente com revestimentos e adornos, sem que se possa cometer exageros que venham a comprometer a harmonia visual. 

Nas paredes, é preferível utilizar um revestimento sem estampas e em gramatura menor, condizente com as dimensões do piso e das paredes locais. E sobre as bancadas, ter um número mínimo de objetos. Muito cuidado com os bibelôs artesanais.

Cozinha compacta: projeto de Pereira Reade Arquitetos Cozinha compacta: projeto de Pereira Reade Arquitetos

Cozinha compacta: projeto de Pereira Reade Arquitetos (Viva Decora/Divulgação)

Viu quantas opções de belas cozinhas compactas? Qual delas te agradou mais? Inspire-se nessa proposta e use em sua casa.

Estas dicas de decoração com cozinha compacta foram criadas pela equipe Viva Decora