“Claro que interfere na minha vida”, diz CR7 sobre acusação de estupro

"A verdade virá à tona. E as pessoas que criticam, que transformam minha vida em um circo, verão", afirmou o jogador

“Claro que esta história interfere na minha vida. Imagine o que pode representar alguém te acusar de ser um estuprador”, comentou Cristiano Ronaldo sobre as acusações de estupro que pesam contra ele nos Estados Unidos, em um trecho publicado nesta segunda-feira, 29, de uma entrevista à revista France Football.

“Tenho uma esposa, quatro filhos, uma mãe idosa, irmãs, um irmão, uma família muito próxima. Sem falar de minha reputação, que é a de alguém exemplar”, desabafou o atacante português.

“Sei quem eu sou e o que fiz. A verdade virá à tona. E as pessoas que criticam ou que expõe minha vida hoje, que transformam minha vida em um circo, verão”, concluiu sobre o tema.

Em início de outubro, a polícia de Las Vegas abriu uma investigação sobre as acusações feitas pela ex-modelo Katrhyn Mayorga, 34 anos, que denunciou o jogador por um estupro que teria acontecido em 13 de junho de 2009.

Em 10 de outubro, Cristiano Ronaldo afirmou que a relação com a ex-modelo foi “completamente consentida”, em comunicado lido por seus advogados.