Filme sobre Stephen Hawking mostra o homem por trás do gênio

Filme sobre um dos físicos mais conhecidos do mundo mostra lado pouco conhecido: o que ele fez quando disseram que só restavam mais dois anos de sua vida

São Paulo – O filme sobre um dos astrofísicos mais conhecidos do mundo, Stephen Hawking, mostra um lado pouco conhecido do cientista: romance, família e superação. 

Ao menos, é para esse caminho que o trailer mais recente de “The Theory of Everything” aponta.

Boa parte do teaser foca no relacionamento entre Hawking e Jane, sua primeira esposa. Eles se conheceram na Universidade de Cambridge, na Inglaterra – o físico, aliás, continua tendo participação ativa lá.

Pouco depois de seu aniversário de 21 anos, Stephen Hawking foi diagnosticado com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), um tipo de doença neuromuscular. Segundo diagnósticos, ele só teria mais dois anos de vida.

Desafiando essas condições, o astrofísico fez trabalhos relacionados com as leis que governam o universo, inspirando-se em teorias como a da Relatividade, de Albert Einstein, e estudando fenômenos como os buracos-negros.

Alguns de seus trabalhos viraram best-sellers internacionais, como o livro “Uma Breve História do Tempo” (“A Brief History of Time”). Ele tem 72 anos.

Stephen Hawking foi progressivamente perdendo movimentos e a força para se locomover: hoje, depende de uma cadeira de rodas e de um sintetizador de voz. Mas continua fazendo pesquisas, dando palestras sobre seus trabalhos e aparecendo em programas de TV.

De acordo com o trailer, o filme será lançado em novembro.

//www.youtube.com/embed/rED_UtqlSB4