Cineasta americana Nora Ephron está à beira da morte

O representante de Nora confirmou à emissora americana ''ABC'' que a produtora nova-iorquina sofre leucemia e que sua morte é ''iminente''

Los Angeles – A cineasta americana Nora Ephron, diretora de filmes como ”Sintonia de Amor” (1993) e ”Julie & Julia” (2009), se encontra em estado grave de saúde e à beira da morte, informaram nesta terça-feira vários meios de comunicação dos Estados Unidos.

O representante de Nora confirmou à emissora americana ”ABC” que a produtora nova-iorquina sofre leucemia e que sua morte é ”iminente”.

Nora, de 71 anos, também é conhecida por dirigir filmes como ”Michael – Anjo e Sedutor” (1995), ”Mensagem Para Você” (1998) e ”A Feiticeira” (2005).

Algumas publicações se apressaram em anunciar a morte da cineasta por causa de um câncer, mas tanto o portal especializado ”Deadline” como o site ”TMZ” indicaram que ela permanece viva, apesar da gravidade da doença.

Os rumores surgiram a partir de uma carta de despedida publicada por Liz Smith, amiga íntima de Nora, na qual falava sobre ela em tempo passado.

Três vezes indicada ao Oscar – pelo trabalho em ”Silkwood – O Retrato de uma Coragem”, ”Harry e Sally – Feitos um para o Outro” e ”Sintonia de Amor” -, Nora é casada com o escritor Nicholas Pileggi, de 79 anos, e é mãe de dois filhos, fruto de um casamento anterior com o jornalista Carl Bernstein.

Nos últimos anos, fez grande sucesso com seu romance sobre a velhice ”I Feel Bad About My Neck”, assim como com a peça de teatro ”Love, Loss, and What I Wore”, escrita com sua irmã, Delia Ephron.