Cinco dicas de viagens para aproveitar o verão 2020

De Alagoas ao Uruguai: confira dicas para a virada do ano e o verão 2020

Pipa

Localizado no estado do Rio Grande do Norte, Pipa faz parte do município de Tibau do Sul. Para quem gosta de conforto, comida excelente e praias impressionantes, Pipa é o lugar.

Durante o dia, a curtição fica entre as pousadas, piscinas de hotéis e o mar. Herculano Azevedo, sócio do Let’s Pipa, indica pegar um Day Use no Ponta do Madeiro para conhecer o lugar e pessoas diferentes. “Escolho ir para Pipa na minha virada de ano pela beleza, vibe e pela comodidade que podemos usufruir”, comenta.

A estrutura de Pipa é completa e os atendimentos dos lugares são ótimos, assim como a culinária local – uma experiência à parte. Durante a noite, o centrinho da cidade bomba. A maioria dos melhores restaurantes brasileiros e internacionais ficam ali. “No Tapas, o atum selado em crosta de gergelim e batata doce é coisa de cinema. Também indico o Aprecie, Toca da Coruja e Oca Toca”, diz Herculano.

Pipa é um destino perfeito se você procura um verão completo para se desconectar e sentir-se mais leve. Até porque é impossível não relaxar no local.

Punta del Este

Destino fora do Brasil, mas ainda muito perto e lotado de brasileiros, Punta del Este é uma ótima opção para quem quer passar férias e Réveillon em um estilo mais europeu e com temperatura amena. O local, que já foi considerado o balneário mais luxuoso da América do Sul, dispõe de uma lista de hotéis cinco estrelas com cassinos e restaurantes refinados.

Há quatro anos convidado para ser o relações públicas da virada de ano no Fasano Las Piedras, Juan Moraes conta que a experiência gastronômica em Punta é obrigatória em qualquer roteiro. “Um dos pontos altos de estar em Punta é escolher entre os milhares de restaurantes ótimos para almoçar e, em seguida, ir para as festas e sunsets. Tudo sempre muito cool e sofisticado”, diz. Entre os favoritos dele estão o restaurante do Hotel Fasano – que tem uma vista incrível –, e o Bodega Gárzon, para degustar o melhor da culinária Uruguaia.

Outro lugar imperdível, segundo Juan, para entrar na vibe do lugar é José Ignácio. A região fica próxima de Punta e reserva restaurantes na areia – La Huella e La Susana –, os quais se transformam em beachclubs no final do ano e são perfeitos para apreciar o pôr do sol. “Quando assisto o sunset em Punta é sempre muito especial. Me sinto grato à vida”, comenta Juan.

Barra Grande

Ainda não muito explorado, o litoral do Piauí surpreende na beleza natural, principalmente quando se fala de Barra Grande. O local é um vilarejo mais simples, com muita cultura local, praias maravilhosas e muita coisa a ser explorada, principalmente para os adeptos aos esportes.

Para o Kitesurf com certeza Barra Grande guarda uma das melhores águas brasileiras. Aliás, é um dos programas quase obrigatórios para quem visita o destino, pelo menos uma aula para ter a sensação.

O paraíso para relaxar, como define Iran Felinto, produtor do Réveillon We Love BG e frequentador assíduo da praia, dispõe de muita hospitalidade e tranquilidade – só não muito durante as festas badaladas de Ano novo. “Adoro aproveitar o mar, velejar e praticar kitesurf. Barra Grande permite a prática de muitos esportes. E ainda há passeios bem legais, como a Rota do Cavalo-Marinho e o Passeio do Peixe-Boi Marinho”.

Léo Galvão, Relações Públicas em São Paulo, também é fã do lugar desde pequeno. “Nasci em Teresina, capital do Piauí, então nas férias de julho e janeiro eu embarcava para o litoral, Barra Grande, com família e amigos. Era tudo o que me fazia feliz”. Hoje, ele conta que muita coisa mudou e o local que era super tradicional se tornou mais democrático, com restaurantes variados e programações novas. “Para comer a melhor comida da sua vida, procure a Chef Muller, onde ela estiver cozinhando é o lugar certo. Depois disso, coma no Lá Cozinha, Manga Rosa e sorvete na Ora Bolas. E não esqueça de dançar forró no Maou”, indica Léo.

Jericoacoara

Para colecionar vivências incríveis, presenciar o que há de mais lindo na natureza e mergulhar na cultura do estado do Ceará, Jericoacoara é o lugar. Águas cristalinas, dunas de areia e muitos lugares turísticos ocuparão seus dias por lá.

Normalmente o lugar é e se comporta como um pequeno vilarejo, simples, fácil de ir e vir e com um perfil low profile. Porém, ao se aproximar do final de ano, tudo gira em torno do badalado e bem frequentado Réveillon. “Jeri é um lugar em que você não precisa repetir o que vai fazer. Tem o Rancho do Peixe, o espetacular Guriu, os passeios de utv, quadriciclos, beach clubs, festas e por aí vai”, diz Pedro Caldas, sócio do Réveillon do local.

Jericoacoara é um destino para quem gosta de liberdade, de ter seus momentos e horários, em meio à praias paradisíacas. O lugar oferece uma simplicidade genuína e bonita que é rara nos dias atuais. “Me sinto em casa, seguro, feliz e leve. São poucos lugares no mundo que me tocam dessa maneira, e Jeri é um deles”, conclui Pedro

São Miguel dos Milagres

Parte da Rota Ecológica do estado de Alagoas, São Miguel dos Milagres une a beleza da natureza à simplicidade de um povo hospitaleiro. Por possuir um conjunto de praias com águas cristalinas e uma infraestrutura boa de hotéis, o destino é um dos mais procurados quando o assunto é verão e a virada de ano.

Para as pessoas diurnas, os passeios mais indicados por Iran Peixoto Alagoano frequentador assíduo de Milagres e um dos sócios do Réveillon I Believe in Miracles , são passear pelas piscinas naturais e comer um churrasco de frutos-do-mar feito na hora. “Em São Miguel dos Milagres está a segunda maior barreira de coral do mundo! Vale a pena apreciar”, conta ele. Outros programas que precisam entrar na sua “to do list” durante sua estadia são dar rolê de Buggy pela Rota Ecológica dos Milagres com parada para degustar a tapioca de lagosta da Elisângela e ver o Pôr do Sol de barco no Rio Tatuamunha. “Nas épocas da semana santa e do Réveillon, não deixe de curtir o Bar de Praia, com muito sol e uma deliciosa caipirosca de seriguela”, indica Iran.

Pedro Braun, sócio da FishfireIdeas agência envolvida há 8 anos no Réveillon dos Milagres , também não deixa de passar pelo Bar de Praia para algumas partidas de mesobol e frescobol. Já para quem gosta de mergulhar na cultura local, ele recomenda o passeio de “Popopó” (jangada de pescadores) para admirar as paisagens paradisíacas e passear, sem compromisso, pela Praia do Patacho uma das favoritas dele. “É impressionante como a natureza foi generosa por lá. Tudo é lindo e muito bem preservado. Milagres é mágico”, exterioriza o paulista. Já Maurício Vasconcelos, também produtor do Réveillon I Believe in Miracles e frequentador de São Miguel dos Milagres desde pequeno, tem a Praia do Marceneiro como a sua favorita. “Além de ser a mais rica em tons de azul e verde com areia branquinha, é privilegiada por ser abençoada com a Capela dos Milagres”.

Na infância, Maurício já chamava Milagres de Paraíso e era sempre o destino para curtir as férias com seu avô. Com o passar do tempo, a história dele com o local só se fortificou, já que Milagres tornou-se parte do business e foi onde ficou noivo e casou.Milagres é uma fonte do luxo da simplicidade, da riqueza da felicidade, do sorriso fácil e de um lugar que, através de suas belezas naturais e o carinho do seu povo, percebemos como é mágico viver”, expressa ele.

Thiago Monteiro, sócio do Hotel Pedras do Patacho, também afirma esse encanto da região e explica que a vibe do lugar é tão contagiante que leva os visitantes à “reconexão”. “Escolha um jantar harmonizado com um bom vinho, e, em seguida, vá dormir em alguns dos rooftops dos Bangalôs ao ar livre. Ali você vai contemplar um dos céus mais estrelados que já conheci”, revela ele, como uma das experiências mais preciosas para se lembrar para a vida toda enquanto curte Milagres.