Cinco calçados que todo homem deve ter

Descubra os pares essenciais de todo guarda-roupa masculino e o que usar com cada uma das opções

São Paulo – Os sapatênis que não nos ouçam, mas versatilidade não é um atributo aceitável para os calçados. Há aqueles que só se enquadram em situações formais e outros que só combinam com momentos de descontração. Conforto é um atributo importante, nós sabemos, mas que não pode colocar o estilo em xeque. Se bem que se você associa um Oxford ou uma bota Chelsea a dor nos pés provavelmente bateu o martelo no produto errado. Reunimos os modelos que não podem faltar no seu guarda-roupa e as peças que mais combinam com eles.

Oxford

É a escolha mais segura para quem é obrigado a sair de casa de terno, camisa e gravata – em casamentos tradicionais, nem ouse cogitar outros modelos. Um par de qualidade pode durar até uma década com manutenção regular, mas lembre-se que estamos falando de um sapato que precisa estar sempre brilhando. Ou dá para imaginar este modelo da marca Jimmy Choo (R$ 5.232, farfetch.com/br) empoeirado ou com uma mancha de barro? Para completar o visual, recomenda-se investir em ternos de lã e camisas slim-fit.

Sapato Oxford Jimmy Choo Sapato Oxford Jimmy Choo

Sapato Oxford Jimmy Choo (Jimmy Choo/Divulgação)

Mocassim

Tirar os sapatos antes do detector de metal dos aeroportos faz parte do nosso dia a dia. É por isso que o mocassim é um excelente companheiro de viagem. Só não se esqueça de que é um sapato que dispensa meias ou que exige aquelas que ficam invisíveis. Entre os modelos mais pomposos e os mais discretos, dê preferência aos últimos, como o Drive Nobuck da Aramis (R$ 409, aramis.com.br). Ternos navy de duas peças, bermudas e camisas descontraídas complementam o visual de maneira acertada.

Mocassim Drive Nobuck da Aramis Mocassim Drive Nobuck da Aramis

Mocassim Drive Nobuck da Aramis (Aramis/Divulgação)

Derby

Para situações mais informais, como um almoço com um cliente ou um café com um amigo, são bem mais atrativos que os Oxfords. Há os derbies mais tradicionais, como este da Tod’s (R$ 4.290, farfetch.com/br), e os mais modernos. Um suéter fino ou um blazer navy desconstruído são ótimos aliados.

Sapato Derby da Tod’s Sapato Derby da Tod’s

Sapato Derby da Tod’s (Tod's/Divulgação)

Bota Chelsea

Para quem não se enxerga com um Oxford ou um Derby nos pés, mas também não quer apelar para os sneakers, a bota Chelsea é a solução ideal. Embora o céu seja o limite quando o assunto é preço, dá para encontrar opções a partir de R$ 499, a exemplo deste modelo, à venda no site Netshoes (netshoes.com.br). Se quiser seguir o espírito dos anos 1960 recomenda-se ir de preto da cabeça aos pés. Com um jeans slim-fit, por exemplo, e um suéter com gola alta.

Bota estilo Chelsea Bota estilo Chelsea

Bota estilo Chelsea (Netshoes/Divulgação)

Sneaker branco

A principal culpada pelos sneakers brancos, que vemos aos montes nos escritórios, é a Common Projects. Foi a grife minimalista que conseguiu fazer deles uma tendência. Extremamente confortáveis, caem bem tanto com um terno quanto com uma blusa listrada de mangas compridas e uma calça chino. Como os Oxfords, não aceitam nenhuma sujeirinha sequer. Com detalhes em verde, este sneaker da Lacoste também dá conta do recado (R$ 399, lacoste.com).

Sneaker Lacoste Sneaker Lacoste

Sneaker Lacoste (Lacoste/Divulgação)