Chelsea usa boliche para relaxar antes da decisão

Nesta sexta-feira, o Chelsea fez um treino leve, apenas para se recuperar do jogo do dia anterior. Depois, o técnico Rafa Benitez levou os jogadores para o boliche

Yokohama – Antes de encarar uma grande decisão, é preciso tentar relaxar e aliviar a tensão. O Chelsea usou essa tática na preparação para enfrentar o Corinthians na final do Mundial, domingo, em Yokohama (Japão). Para isso, os jogadores do clube inglês foram jogar boliche nesta sexta-feira, num programa que reunião até o treinador Rafa Benitez e os membros da comissão técnica.

O Chelsea está enfrentando uma verdadeira maratona nesta semana, desde que enfrentou o Sunderland no último sábado ainda na Inglaterra. Logo depois, a delegação viajou para o Japão, onde teve apenas três dias para se adaptar ao fuso horário. Aí, o time inglês estreou no Mundial na quinta-feira, quando venceu o Monterrey. E agora já se prepara para a final de domingo.

Nesta sexta-feira, o Chelsea fez um treino leve, apenas para se recuperar do jogo do dia anterior. Depois, já durante a noite, Rafa Benitez resolveu levar os jogadores para jogar boliche e jantar num restaurante de Yokohama. A medida serviu para relaxar o grupo e também para evitar que eles dormissem cedo, o que atrasaria a adaptação ao fuso horário japonês.

“Estamos aqui (no Japão) para trabalhar, mas é preciso fazer algumas atividades em horários específicos, quando eles (os jogadores) estão pensando em ir para a cama. E algo assim pode ser divertido”, afirmou Rafa Benitez, ao justificar a escolha do programa noturno do Chelsea nesta sexta-feira. “É preciso manter os jogadores ocupados. Caso contrário, eles vão dormir.”

A escolha do boliche foi realmente um sucesso, com a participação de todos e muitas brincadeiras entre os atletas. “Aconteceram alguns strikes, o nível foi alto”, brincou o zagueiro Cahill. “É óbvio que estamos aqui para trabalhar, não é férias, mas é bom sair por uma hora ou duas. Foi o único momento que pudemos sair. Foi divertido”, completou o jogador.