Cervantes lança mostra na Índia sobre literatura colombiana

Ciclo de cinema colombiano homenageia Álvaro Mutis e Gabriel García Márquez

Nova Délhi – O Instituto Cervantes inaugurou neste domingo em Nova Délhi um ciclo de cinema colombiano para homenagear dois dos escritores mais ilustres deste país, Álvaro Mutis e Gabriel García Márquez, com a projeção de versões cinematográficas de suas obras.

A mostra começou com ‘Ilona chega com chuva’, uma adaptação do romance homônimo de Mutis feita pelo diretor colombiano Sergio Cabrera. A história narra as andanças de um trio de viajantes que buscam fortuna no Panamá em 1950.

A iniciativa, apoiada pela embaixada do país latino-americano na capital indiana, irá até o final de outubro e inclui outros três filmes, baseados em obras de García Márquez.

O público indiano poderá ver versões cinematográficas de dois de suas obras mais famosas, ‘O amor nos tempos de cólera’, do diretor inglês Mike Newell, e ‘Ninguém escreve ao coronel’, do mexicano Arturo Ripstein. Além disso, será exibido o filme ‘Tempo de morrer’, também dirigido por Ripstein e com roteiro escrito por García Márquez.

‘Queremos que o público tenha um contato com a literatura colombiana através do cinema e que reconheça na literatura que foi levada para a telona uma aproximação com a América Latina’, disse à Agência Efe o embaixador colombiano em Nova Délhi, Juan Alfredo Pinto. EFE