Carro Rolls-Royce de Muhammad Ali será leiloado

Conversível de 1970 que pertenceu à lenda do boxe pode ser arrematado por até US$ 70 mil

O mundo dos carros de luxo e o mundo das lendas esportivas se unem na notícia de que o Rolls-Royce Silver Shadow conversível modelo 1970 que pertenceu à lenda do boxe Muhammad Ali será leiloado pela Bonhams.

Vamos deixar de lado os trocadilhos como “flutuar como uma borboleta” – apesar de ser um Rolls-Royce e de a palavra “flutuar” ser usada frequentemente para descrever o andar despreocupado e tranquilo da marca britânica — e mirar no pedigree do veículo. Estima-se que o automóvel clássico será arrematado por US$ 47.000 a US$ 70.000 (mais o prêmio do comprador) no leilão sem reservas de 5 de outubro, na Bélgica.

O carro é um dos 272 Silver Shadow conversíveis com volante à esquerda criados pela então fabricante de ônibus H.J Mulliner Park Ward, em Willesden, Londres. Na época do lançamento era o modelo mais caro e exclusivo da empresa, segundo a Bonhams.

Muhammad Ali comprou o Rolls-Royce novo em Nova Jersey em dezembro de 1970 por cerca de US$ 16.000 (cerca de US$ 105.000 em dólares de hoje), segundo a casa de leilão, no mesmo ano em que recuperou sua licença para boxear, após três anos de suspensão devido à sua recusa a fazer o serviço militar durante a Guerra do Vietnã. O conversível foi construído à mão e tem revestimentos de madeira de nogueira, couro Connelly, tapetes Wilton e outros equipamentos de luxo.

“Este Silver Shadow foi comprado novo por uma lenda do esporte no mais alto padrão”, diz Gregory Tuytens, especialista em carros da Bonhams. “Várias opções personalizadas encomendadas por Ali ainda estão presentes no carro hoje, como os apoios especiais para a cabeça.”

O melhor para O Melhor

Foi o melhor carro da Rolls-Royce para “O Melhor”, como Muhammad Ali se chamava a si mesmo por sua sagacidade no ringue. Nascido Cassius Clay, ele ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1960 e se tornou campeão dos pesos-pesados em 1964, quando derrotou Sonny Liston. Após sua suspensão, Ali ganhou o título dos pesos-pesados mais duas vezes na década de 1970, primeiro derrotando George Foreman e depois Leon Spinks.

Depois de uma carreira recorde com 56 vitórias, 5 derrotas e 37 nocautes, ele se aposentou em 1981, aos 39 anos. Muhammad Ali foi nomeado BBC Sportsman do Século em 1999. Em 1984, ele foi diagnosticado com a doença de Parkinson. E faleceu em 3 de junho de 2016, aos 74 anos.

Fã da Rolls-Royce, o boxeador teve muitos modelos da marca em sua vida e dirigiu o conversível por seis anos. Depois, o veículo foi dos EUA para a Europa, onde o atual dono, que reside na Holanda, colocou o carro no mercado mais uma vez.

O proprietário manteve o carro, que nunca foi totalmente restaurado, o mais próximo possível do original. O veículo possui um motor V-8 automático de 6,75 litros, pesa cerca de 2.177 quilos e, na época do lançamento, foi listado com uma velocidade máxima de 190 quilômetros por hora. O leitor do velocímetro está em 7.201 quilômetros, de acordo com imagens fornecidas pela Bonhams.

O comprador receberá a documentação, que inclui cópias da folha de especificações original do carro e o certificado de garantia. A documentação também inclui uma cópia da carteira de motorista temporária de Muhammad Ali com seu nome de nascimento, Cassius Clay, e uma fotografia do boxeador com a amiga Diana Ross e o carro em frente ao Caesars Place em Las Vegas antes da luta de Muhammad Ali com Joe Bugner em 1973.