Breno é condenado a três anos por incêndio na Alemanha

O zagueiro brasileiro foi condenado por ter colocado fogo na própria casa, na Alemanha, em setembro do ano passado

São Paulo – O Tribunal de Justiça de Munique anunciou, nesta quarta-feira, a condenação do zagueiro Breno a três anos e nove meses de prisão por ter colocado fogo na própria casa, na Alemanha, em setembro do ano passado.

A Justiça considerou ter provas de que o jogador provocou o incêndio de propósito. Com isso, o zagueiro deverá ser detido imediatamente. O mandado de prisão já foi enviado para o atleta.

O brasileiro pediu desculpas pelo ocorrido. ”Eu gostaria de me desculpar por aquela noite. Eu sou um homem que acredita em Deus e agradeço a Ele por proteger a minha família”, disse. O zagueiro também se desculpou com os filhos. “Sei que eu não era um bom modelo”, complementou.

Breno estava sozinho na casa no momento do incêndio. Ele entregou um isqueiro aos bombeiros, durante o resgate. Após o incidente, o jogador e a família ficaram hospedados na casa do companheiro de clube Rafinha.Durante o julgamento, o médico Aachen Henning Sass afirmou que o zagueiro bebia regularmente e que ingeriu uma quantidade grande de bebidas alcoólicas no dia do incêndio.