Brasileiros ficam fora das principais categorias do Grammy

O país venceu apenas as categorias dedicadas exclusivamente ao Brasil

Las Vegas – Os artistas brasileiros indicados nas principais categorias do Grammy Latino não foram premiados, deixando o país apenas com as categorias dedicadas exclusivamente ao Brasil, em uma cerimônia na noite de quinta-feira em Las Vegas que consagrou o colombiano Juanes e a dupla mexicana Jesse & Joy.

Juanes venceu na categoria álbum do ano por “MTV Unplugged”, enquanto Jesse & Joy venceram em quatro categorias: canção e gravação do ano por “Corre!”, melhor álbum vocal pop contemporâneo por “Con quién se queda el perro?” e melhor vídeo musical curto por “Me Voy”.

Na cerimônia prévia, que não foi transmitida pela televisão, Caetano Veloso, homenageado como Personalidade do Ano na 13ª edição do Grammy Latino, venceu ao lado de Gilberto Gil e Ivete Sangalo na categoria melhor álbum de música popular brasileira.

Veloso recebeu o prêmio em uma cerimônia na quarta-feira das mãos da atriz Sonia Braga.

Veja a lista dos principais prêmios do Grammy Latino na próxima página.


MELHOR ÁLBUM DO ANO

– MTV Unplugged, Juanes

GRAVAÇÃO DO ANO

– “Corre!”, Jesse & Joy

CANÇÃO DO ANO

– “¡Corre”, Jesse & Joy

ARTISTA REVLAÇÃO

– 3BallMTY

MELHOR ÁLBUM DE POP/ROCK

– Porfiado, El Cuarteto De Nos

MELHOR ÁLBUM DE ROCK

– Desde Rusia Con Amor, Molotov

Categorias dedicadas à música brasileira:

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

– Especial Ivete, Gil e Caetano, Caetano Veloso, Gilberto Gil & Ivete Sangalo

MELHOR CANÇÃO BRASILEIRA (EM PORTUGUÉS)

– “Querido Diário”, Chico Buarque

ÁLBUM POP CONTEMPORÂNEO BRASILEIRO

– “Músicas Para Churrasco Volume 1”, Seu Jorge

ÁLBUM DE ROCK BRASILEIRO

– “Celebração e Sacríficio”, Beto Lee

MELHOR ÁLBUM DE SAMBA/PAGODE

– “Nosso Tamba Tá Na Rua”, Beth Carvalho

ÁLBUM DE MÚSICA CRISTÃ EM LÍNGUA PORTUGUESA

– “Aline Barros e Cia 3”, Aline Barros

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA SERTANEJA

“Chitãozinho e Xororó – 40 Anos – Sinfônico”

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA BRASILEIRA DE RAIZ

“Iluminado”, Dominguinhos