Brasileiros competem pela primeira vez em mundial de churrasco

Duzentas equipes disputam uma das competições de churrasco mais tradicionais do mundo, que acontecerá no Texas, de 21 a 23 de fevereiro

A primeira equipe brasileira de mestres churrasqueiros foi formada para competir no mundial de churrasco americano Houston Live Stock Show and Rodeo, uma das mais tradicionais do mundo. O campeonato acontece na cidade de Houston, no Texas, nos Estados Unidos, entre os dias 21 e 23 de fevereiro.

É um momento importantíssimo para o Brasil no meio internacional do churrasco, nossa grande estreia aos olhos do mundo. A Pitmasters Brasil, pioneira no país, reuniu um time com dez profissionais para competir com mais de 200 equipes de vários países.

A equipe foi selecionada pelo coordenador do time e fundador da Pitmasters Brasil, Daniel Lee, após uma formação realizada pela Kansas City Barbeque Society (KCBS), a entidade mais renomada do ramo no mundo.

 

Além de Daniel, completam o grupo: Marcio Giudicissi (São Paulo/SP), Cassiano Rubi (São Paulo/SP), Pedro Barioni (São Paulo/SP), Bruno Salomão Fontoura (Campinas/SP), Rodrigo Bueno (Caxias do Sul/RS), Robson Borchoski (Guarapuava/PR), Jefferson Taboada (Santos/SP), Leonardo Macedo (Recife/PE) e Luã Tavares (Rio de Janeiro/RJ).

Brasil não é só Neymar

“Nossa intenção é mostrar que o Brasil não é terra de um Neymar, mas, sim, de vários e em vários segmentos, inclusive o do churrasco. Produzimos uma das melhores carnes no mundo”, comenta Daniel Lee, sócio-fundador da Pitmasters Brasil.

Com exclusividade para Exame VIP, Lee adiantou qual será o cardápio da competição. “Vamos concorrer nas categorias frango, costelinha de porco (pork ribs), brisket (peito bovino) e sobremesa, tudo defumado no pit”, adianta.

Para os mais leigos, o BBQ, ou American BBQ — churrasco americano —, é a técnica de defumação de carnes com lenhas de árvores frutíferas em carretas defumadoras, chamadas de pit, por meio da longa cocção. Esse processo pode durar até 14 horas e acontece em baixa temperatura, com uso de fumaça de lenhas de árvores frutíferas.