Brasileiro é o que menos comete gafes em viagens

Segundo pesquisa da Booking.com, turistas do Brasil com a ajuda da tecnologia erram menos em relação a viajantes de outros países latino-americanos

São Paulo – Com a ajuda da tecnologia, viajar tem ficado cada vez mais fácil. Os aplicativos que facilitam a vida dos viajantes são diversos, mas, mesmo assim, 68% dos turistas brasileiros admitem cometer gafes durante suas viagens. Embora alto, o percentual é o menor em comparação ao de viajantes de outros países latino-americanos – colombianos (82%) mexicanos (80%) e argentinos (73%).

Os dados pertencem a uma pesquisa encomendada pela Booking.com e feita com cerca de 20.500 turistas de 28 países. De acordo com levantamento, na avaliação geral, os japoneses e os holandeses são os que menos cometem erros quando têm tecnologia à mão, 54% e 59%, respectivamente.

Perdidos

O estudo revelou que 27% dos brasileiros não conseguem entender as instruções dos aplicativos que indicam caminhos e acabam se perdendo durante o passeio. Ainda assim, os turistas do Brasil são os menos perdidos entre os latino-americanos

Segundo a pesquisa, os que menos entendem errado as instruções e se perdem no caminho são os holandeses (15%), os russos (18%), seguidos dos belgas e alemães, empatados com 19%. Os que mais passam apuros nesse quesito são os turistas de Hong Kong, mais da metade (51%) admitiu que já se perdeu durante a viagem.

Poliglotas

Ainda de acordo com o levantamento, dois em cada dez brasileiros pronunciam palavras erradas no idioma local e 15% deles já foram alvos das armadilhas comuns que os turistas costumam cair. Levar roupa errada e fazer um pedido equivocado em um restaurante são erros comuns cometidos por parte dos turistas brasileiros.

Dos viajantes brasileiros entrevistados, 81% deles usam a tecnologia com frequência para ir mais além em suas viagens, 74% usam para navegar quando estão em um destino desconhecido, 70% para ter dicas sobre o local, 60% para entretenimento e 41% utilizam para alterar algo na viagem.

Mesmo passando perrengues, 46% dos brasileiros acreditam que os erros fazem parte da viagem e 40% deles acham engraçado os apuros enfrentados.