Bovet apresenta novo relógio para a linha Amadeo

O modelo está disponível com caixa de ouro branco 18 quilates ou ouro rosa 18 quilates

São Paulo – A feira JCK 2015, que acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos, marcou o terceiro lançamento de grande complicação da Bovet neste ano.

Com um nome de encher a boca, Bovet Amadeo Fleurier Virtuoso VII Retrograde Perpetual Calendar, a novidade faz jus àquilo que se propõe: como as demais peças da linha Amadeo, o modelo pode ser usado como relógio de pulso, bolso e de mesa, com duas opções do mostrador: uma em cada lado da caixa.

De um dos lados, horas e minutos centrais, segundos na posição de 6 horas e as indicações comuns de um calendário perpétuo. Além disso, a marca se preocupou em deixar boa parte do movimento visível com muitas transparências.

A indicação de data é feita ao redor do mostrador central, por meio de um ponteiro retrógrado. Às 12 horas é possível ver a indicação de ano bissexto. O relógio Bovet não exige ajuste pelos próximos 400 anos.

Já o outro lado da peça exibe horas e minutos em um mostrador descentralizado. Esta disposição permite uma visão ainda maior do movimento de corda manual, que é composto por 489 peças.

Um mecanismo patenteado pela marca permite que os pequenos segundos girem dos dois lados da peça a partir do mesmo eixo. Há ainda a indicação de reserva de energia perto das 9 horas. O modelo proporciona cinco dias de marcha ao usuário.

O modelo está disponível com caixa de ouro branco 18 quilates ou ouro rosa 18 quilates. Há ainda uma versão com diamantes no bisel.

São 43,3 mm de diâmetro de caixa e acabamento dado por uma pulseira de couro de crocodilo. A peça ainda acompanha uma corrente de prata para seu uso como relógio de bolso.

O valor de comercialização do relógio não foi divulgado. A Bovet não conta com revenda no Brasil.