Bósnia garante vaga inédita na Copa do Mundo

Vedad Ibisevic foi o autor do gol da vitória, aos 23 minutos do segundo tempo, que deu à Bósnia o primeiro lugar do Grupo G

A Bósnia venceu a Lituânia fora de casa por 1-0, pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo, e se classificou pela primeira vez para um Mundial como nação independente.

Vedad Ibisevic foi o autor do gol da vitória, aos 23 minutos do segundo tempo, que deu à Bósnia o primeiro lugar do Grupo G e fez do pequeno país o 16º país a garantir uma vaga para disputar a Copa do Mundo do ano que vem no Brasil.

A Grécia, que derrotou Liechtenstein por 2-0, chegou aos mesmos 25 pontos dos bósnios, mas perdeu no saldo de gols (+24 a +8) e ficou com a segunda colocação. Agora terá de passar pela repescagem das eliminatórias para tentar ir ao Brasil em 2014.

Para a Bósnia, que se tornou independente em 1992, a Copa será a primeira participação em um grande torneio, já que o país nunca disputou nem um Mundial, nem uma Eurocopa.

Após a partida, milhares de pessoas foram às ruas de Sarajevo para comemorar a classificação.

“Isto significa muito para nosso país, obrigado Dragões”, delarou Bibija Kerla, uma cidadã bósnia, usando o apelido da seleção.

A Bósnia se tornou independente após o fim da Iugoslávia em 1992, o que deu origem a uma sangrenta guerra contra a Sérvia que durou três anos, na qual 100.000 pessoas morreram.