BMW série 8 pode voltar ao mercado

De acordo com a publicação, essa plataforma modulável não serviria apenas para o novo Z4, mas também para o futuro Série 6

Um dos ícones da década de 90 pode voltar à ativa. É o que afirma a publicação britânica Auto Express, em uma apuração que indica que o cupê BMW Série 8 pode retornar como um modelo totalmente novo para fazer frente ao luxuoso Mercedes-Benz Classe S Coupé.

A constatação parte de registros de propriedade intelectual feitos pela BMW, que revelou os nomes dos modelos da família Série 8, como o 825, 830, 835, 845, 850, 860 e M850.

Isso leva a crer que a marca bávara já está desenvolvendo uma nova família de cupês na melhor tradição Grand Tourer – automóveis luxuosos de alta performance, perfeitos para encarar longas viagens.

Atualmente, o Série 6 ocupa essa lacuna dentro do portfólio da BMW, mas rumores apontam que o próximo Série 6 será um esportivo de menores proporções para combater o Porsche 911, já que o Mercedes-AMG GT vem obtendo relativo sucesso nesse segmento.

Antes um cupê pesado, o novo Série 6 se transformaria num esportivo ágil de dois lugares, algo possível, já que BMW e Toyota compartilham uma plataforma para o desenvolvimento de um esportivo (a BMW com o roadster Z4 e a Toyota com o novo Supra).

De acordo com a publicação, essa plataforma modulável não serviria apenas para o novo Z4, mas também para o futuro Série 6.

Isso abriria espaço para o novo Série 8 ocupar o espaço que antes pertencia ao Série 6.

A boa notícia é que a BMW também registrou o nome M8, originalmente uma versão preparada pela divisão Motorsport com peso reduzido e carroceria alargada que nunca chegou ao mercado nos anos 90 por uma alegada falta de demanda.

Na época, a BMW criou protótipos do M8 com motor V12 6.1 de 635 cv sob o capô (que acabaria sendo utilizado no McLaren F1 posteriormente).

O protótipo do BMW M8, que acabou não sendo produzido em série (Divulgação)

Se entrar em produção, o novo M8 brigará diretamente com o Mercedes-Benz S 63 AMG Coupé de 585 cv (já testado pela QUATRO RODAS).

Analisando os propulsores disponíveis na gama M atual da BMW, o novo M8 provavelmente seria equipado com o V8 4.4 biturbo de 560 cv, deixando as versões “civis” topo de linha do Série 8 (850 e M860) equipadas com o mesmo motor V8 4.4 biturbo (oferecido no Série 7), mas com 450 cv.