Bicicleta de bolso

Já há uma série de bikes dobráveis circulando por aí. Cabem em porta-malas e em ônibus e trens. Nós testamos uma elétrica

Elas são dobráveis e entram na categoria de bicicletas urbanas. Uma de suas vantagens é que são facilmente integradas a outros meios de transporte, como ônibus, trens e metrô – quando estão dobradas, ficam um pouco maior que o tamanho de sua roda. “Moradores de grandes cidades costumam sofrer com a falta de espaço e com os congestionamentos”, diz Ricardo Fiorini, proprietário da loja Freecycle. “Uma bike dobrável pode ser guardada dentro do apartamento. E pode ser levada dentro do porta-malas do carro como se fosse um veículo extra para ser usado a qualquer momento.” Uma dobrável, no entanto, não é aconselhável para quem tem mais de 1,95 metro de altura ou pese mais de 100 kg. O diretor de Arte da VIP, Alceu Nunes, testou um modelo elétrico, a Evolubike Nano, para vir ao trabalho durante três dias. Na página ao lado, ele relata sua experiência.

Pequena e útil
“No primeiro instante, achei a bicicleta meio instável. A roda é muito pequena, concluí. Mas, logo que encontrei o eixo e me acostumei com a pequena, confesso que me surpreendi com o desempenho dela.

Normalmente, uso uma mountain bike. São estilos muito diferentes de guiar – e isso é importante considerar. Você tem que se adaptar a uma nova forma de andar. Depois que enxerga isso, é só curtição.

Talvez o fator mais limitador tenha sido a velocidade. A bike tem seu próprio limite, e muitas vezes fiquei pedalando no ar, desejando passar a marcha. Curti fazer o roteiro casa/trabalho (6 km sem muita subida). Achei que é uma boa alternativa para o dia a dia. Penso que ela não foi feita para muita ladeira, nem para buracos. Por isso, uma dica: para fazer uso diário de uma bicicleta dessas, é preciso avaliar bem seu roteiro antes.

Quanto à autonomia da bateria, se você não ficar só na vida mansa do acelerador – e der umas pedaladas –, consegue andar uns 20 km sem grandes subidas. Outra característica importante é a versatilidade de transporte: ela cabe fácil no porta-malas de qualquer carro. Por causa da inovação do design da magrelinha, foi bem divertido ver a reação das pessoas. Elas olhavam curiosas para entender se era uma minimoto ou algo parecido.” Alceu Nunes, diretor de Arte da VIP

Evolubike Nano
Aro 12, motor 180 watts, 14 kg R$ 2 890
evolubike.com.br

Outras dobraduras

Selecionamos algumas opções à venda no Brasil

MiniFolding Bike
Feita para caber certinho no porta-malas do carro Mini Cooper, acaba de chegar ao Brasil, tem 8 marchas, aro 20 e pesa 11 kg R$ 4 500
minibrasil.com

Durban Metro
Com ótima relação custo benefício, a bicicleta é produzida pela Dahon, tem quadro em alumínio e pesa 11,5 kg R$ 990
freecycle.com.br

Dahon Speed D7
Com o aro um pouco maior, 20, pesa 12 kg e tem sete opções de velocidade R$ 1 890
netshoes.com.br

Blitz Jet
O modelo de aro 20 é elétrico. Tem motor de 350 watts, chega a 30 km/h e tem 40 km de autonomia no modo pedal (uso simultâneo). Pesa 23 kg R$ 3 360
blitz.com.br