Barcelona vive situação anormal, comenta técnico

O Barcelona, que tem sofrido com a renúncia de seu presidente após a investigação sobre a transferência de Neymar, vive uma situação anormal, segundo técnico

Madri – O Barcelona, que tem sofrido com a renúncia de seu presidente após a investigação sobre a transferência de Neymar, vive uma “situação anormal”, afirmou nesta sexta-feira o técnico Gerardo Martino.

Há um mês, o presidente do Barça Sandro Rosell renunciou ao cargo, após uma queixa envolvendo a contratação do atacante brasileiro.

E a justiça espanhola decidiu na quinta-feira denunciar o Barcelona por um suposto crime contra a Fazenda Pública a respeito da contratação, com suspeita de que certas transações à margem da operação não foram registradas junto ao fisco.

“Não é normal ver, não importa em que local do mundo, uma instituição que vive primeiro a saída de seus presidente e depois o que acontece atualmente. Não direi mais nada, isso me parece uma situação anormal”, reagiu Martino durante uma coletiva de imprensa.

“É algo que, pessoalmente, eu tento me acostumar. Eu suponho que os jogadores sabem o que está acontecendo. Mas não é por isso que eu devo dar a minha opinião. Eu prefiro me concentrar no futebol, que é o que eu devo dar de satisfação para a equipe e aos torcedores do Barça”.

O técnico argentino reiterou que não vê Neymar afetado por tudo isso. O brasileiro, recuperado de uma torção no tornozelo, participou de duas partidas em uma semana, marcando um gol contra o Rayo Vallecano na Liga (6-0) e dando uma assistência na Liga dos Campeões contra o Manchester City (0-2).

“Mas também é verdade que, muitas vezes, nós não exteriorizamos nossos problemas, e muitas vezes você pode se sentir injustiçado. Obviamente, não estamos o tempo todo com o jogador para saber como ele se sente”, disse “El Tata” Martino.

“Pelo que vejo, do tempo que passo com ele, acho que está normal. Mas também é certo que tudo o que está acontecendo não aparenta normalidade”, insistiu .