Barão sobe no ranking peso por peso

Os nossos dois únicos títulos brasileiros do UFC continuam em nossas mãos — e nas da equipe Nova União, do treinador Dedé Pederneiras. José Aldo e Renan Barão defenderam com sucesso seus cinturões mundiais no UFC 169: o primeiro venceu o adversário Ricardo Lamas por pontos, na visão unânime dos juízes (só perdeu um round); […]

Barão still

Os nossos dois únicos títulos brasileiros do UFC continuam em nossas mãos — e nas da equipe Nova União, do treinador Dedé Pederneiras. José Aldo e Renan Barão defenderam com sucesso seus cinturões mundiais no UFC 169: o primeiro venceu o adversário Ricardo Lamas por pontos, na visão unânime dos juízes (só perdeu um round); o segundo, após um nocaute avassalador ainda no primeiro assalto. Depois da vitória de Barão, ele saltou duas casas no ranking oficial peso por peso do UFC e ocupa a agora a quarta posição. À sua frente, na ordem, estão Jon Jones (campeão dos meio-pesados), José Aldo (dos leves) e Cain Velasquez (dos pesados). Com isso, Barão ultrapassou Demetrious Johnson (campeão dos moscas) e Chris Weidman (dos médios).

A popularidade do divertido atleta só cresce. Ontem Barão chegou em sua Natal e, mesmo à 1h30 da manhã, foi recebido com aeroporto lotado. Até Dana White, presidente do UFC, rasgou-se em elogios ao potiguar. “Nunca esteve melhor. Renan Barão é o grande negócio. Faz tempo que tenho falado nele e ele foi incrível nesta noite”, disse o chefão logo após a luta.