Atriz revela que “Anos Incríveis” foi cancelada por assédio

Acusações de assédio foram recebidas por Fred Savage e Jason Hervey, que viviam Kevin, o protagonista, e seu irmão, Wayne

São Paulo – A atriz Alley Mills, que interpretava Norma em Anos Incríveis, revelou que a série teria chegado ao fim graças às acusações de assédio recebidas por Fred Savage e Jason Hervey, que viviam Kevin, o protagonista, e seu irmão, Wayne.

O caso remete a 16 de março de 1993, quando a figurinista Monique Long abriu um processo por assédio sexual contra os dois atores, que tinham 16 e 20 anos de idade, respectivamente. À época, representantes do programa negaram as acusações. Ela ainda dizia que suas reclamações não recebiam a devida atenção por parte dos produtores e dos atores adultos.

Em entrevista ao site Yahoo! nesta semana, Alley criticou as acusações de Monique: “Quando gravamos o último episódio da série… Ninguém sabia se Anos Incríveis seria ou não renovado. Isso por causa de um processo completamente ridículo de assédio sexual que estava em andamento contra Fred Savage – que era, digamos, o ser humano menos ofensivo, mais maravilhoso e doce que eu já conheci na face da terra”.

“Eu pensei apenas [que o processo] era uma grande piada, e iria ruir. É um pouco como o que está acontecendo agora. Algumas pessoas inocentes podem ser capturadas nesse tipo de coisa; é muito complicado. Aquilo não era verdade”, prosseguiu a atriz, que ressaltou que havia sido proibida de falar sobre o processo no passado.

De acordo com o site, o processo foi derrubado após um acordo extrajudicial feito com a emissora ABC, produtora da série, o que causou revolta em Mills: “Eles queriam fugir de um escândalo ou algo assim, mas fez com que parecessem culpados. Sabe, você não paga alguém quando não há crime, você apenas demite a garota”.