Argentina fará clássico com Brasil na semifinal da Copa América

Com Messi de volta ao Maracanã pela primeira vez depois da Copa do Mundo de 2014, a equipe argentina venceu a Venezuela por 2 a 0 nesta sexta-feira

Rio – No retorno de Lionel Messi ao Maracanã, a Argentina não conseguiu fazer uma grande partida nesta sexta-feira (28) e chegou a sofrer pressão da Venezuela no segundo tempo. Mesmo assim, foi efetiva nas poucas chances que criou, fez 2 a 0 e se classificou para a semifinal da Copa América. Na próxima terça (2), a equipe de Lionel Scaloni irá medir força com o Brasil no Mineirão para decidir quem fará a final do torneio continental.

Nas arquibancadas, as cores predominantes foram o azul celeste e o branco da Argentina, mas também havia muitos torcedores vestindo o uniforme cor vinho da Venezuela, o amarelo do Brasil… e o grená do Barcelona. A torcida destes não era por uma seleção ou por outra, era por Messi.

Eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo, o craque argentino voltou ao Maracanã pela primeira vez após a Copa do Mundo de 2014. Naquele Mundial, Messi fora decisivo na estreia ao marcar o gol da vitória por 2 a 1 sobre a Bósnia, mas não conseguiu evitar o título da Alemanha na decisão, conquistado com um gol no fim da prorrogação, no mesmo estádio.

Desta vez, mesmo que não houvesse nenhum venezuelano em sua cola durante praticamente todo o jogo, Messi não foi brilhante, mas foi efetivo o suficiente para ajudar a Argentina a achar o caminho do gol.