Após roubo de Mônica, Sansão é furtado de estátua

Uma estátua da Mônica exposta na esquina da Rua Bela Cintra com a Alameda Tietê

Uma estátua da Mônica exposta na esquina da Rua Bela Cintra com a Alameda Tietê, nos Jardins, em São Paulo, teve o coelho Sansão roubado na madrugada desta terça-feira (19). 

Desde o inicio da intervenção “Mônica Parade” as obras são alvos de criminosos e vândalos. Na semana passada, uma das estátuas, na região da Paulista foi furtada em menos de três horas após ser colocada no local e outras três obras sofreram pichações. A polícia localizou a peça furtada “Mônica Pop 50”, produzida pelo artista plástico Lobo, próximo a um matagal na região de Guarulhos na última quinta-feira (14). 

Segundo a assessoria de impressa Top Trends, qualquer problema com as estátuas da Mônica é realizado um reparo imediato, ou se for o caso, as peças vão para manutenção e depois recolocadas nas ruas. A estátua que ficou sem o coelho passa por restauração.

[Mônica sequestrada viraliza na internet]

A repercussão do resgate da escultura foi enorme nas redes sociais que até criaram o Mônica Plesa com imagens dela na delegacia. 

Mônica Parade – A intervenção Mônica Parade faz parte das comemorações dos 50 anos da baixinha mais famosa dos gibis. No total são 50 obras distribuídas por diversas ruas e bairros da cidade, entre a zona sul, oeste, leste, norte e centro, pontos turísticos e bancas de jornal. A exposição ficará até o dia 8 de dezembro.