Após grafite gigante ser apagado, Osgemeos prometem arte permanente em SP

Obra que enfeitava lateral de prédio no Vale do Anhangabaú foi apagada para que edifício seja demolido

São Paulo – O grafite gigante que enfeitava a lateral de um prédio no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, deu lugar a uma grande mancha cinza nesta semana. A figura, criada pelos irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, conhecidos como Osgemeos, em 2009, foi apagada para que o edifício seja demolido, daqui a um mês.

Em nota, a prefeitura afirmou que o desenho “Estrangeiro”, feito como parte das comemorações do ano da França no Brasil, já tinha data para sumir, uma vez que, após a demolição, a área será um anexo do Theatro Municipal de São Paulo. Além disso, a Secretaria Municipal de Cultura disse que o SESC-SP cobriu a obra a pedido dos próprios artistas.

No entanto, por meio de comunicado em seu site oficial, os grafiteiros mostraram tristeza ao ver o fim do “Estrangeiro”. Eles reconheceram que sabiam que a arte seria apagada quando o prédio fosse demolido e aproveitaram o momento para dizer que estão pensando em uma nova obra, desta vez permanente, para a cidade.

Confira a seguir a íntegra das notas emitidas pela prefeitura e pelos autores do desenho.

Nota da prefeitura

“A Secretaria Municipal de Cultura informa que o graffiti da dupla Osgemeos, que estava no prédio da antiga sede do Sindicato dos Comerciários, foi apagado pelo SESC-SP a pedido dos próprios artistas. O edifício será demolido e a área integrada à Praça das Artes, futuro anexo do Theatro Municipal de São Paulo que será inaugurado neste ano.

O graffiti ficaria exposto por 30 dias, como parte das comemorações do ano da França no Brasil, em 2009. A demolição do prédio já estava prevista antes da instalação do grafite. Com a grande aceitação da obra por parte da população, a Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU) autorizou que ela ficasse lá até que o processo de demolição do edifício tivesse início, o que deve ocorrer dentro de um mês.”

Nota d’Osgemeos

“Estamos fora do Brasil e recebemos hoje a noticia sobre a obra apagada no Vale do Anhangabaú. Essa pintura foi um projeto acordado entre o SESC/Prefeitura de São Paulo/Plasticien Volant e nós, realizado em 2009 como parte das comemorações do Ano da França no Brasil e que desde o inicio sabíamos que sua exibição seria temporária, pois o prédio seria demolido.

É realmente triste ver que o “Estrangeiro” se foi…

Mas, pelo amor que temos por São Paulo e pela arte, estamos pensando em uma nova obra permanente para a cidade. Agradecemos o carinho expressado pelas mensagens que recebemos.
-Osgemeos”