Andre Matos, conhecido por bandas Angra e Shaman, morre aos 47 anos

Morte do cantor foi confirmada em redes sociais oficiais

São Paulo — O vocalista Andre Matos, um dos fundadores das bandas Angra e Shaman, morreu neste sábado (8), aos 47 anos. A morte foi confirmada pelo grupo Shaman nas suas redes sociais. Causa ainda é desconhecida — apesar de fãs falarem em ataque cardíaco.

A morte de Matos foi anunciada com o seguinte comunicado, assinado pelos membros da banda Shaman:

“O destino nos uniu, nos separou, nos reuniu e agora pregou mais essa com a gente. É com profunda dor em nossos corações que nos despedimos do Andre mais uma vez, desta vez de forma definitiva. Além da ferida que jamais cicatrizará, e mesmo sabendo que passamos momentos gloriosos junto ao nosso companheiro e amigo, restará pra sempre o melhor dele em nossos corações. R.I.P”

O baixista do Angra, Felipe Andreoli, lamentou a morte de Matos no seu perfil no Instagram. “Sem palavras pra descrever a tristeza de perder esse cara, co-fundador da banda que é meu lar há 18 anos. Um ícone respeitado e admirado mundialmente, que infelizmente se vai cedo demais. Estava muito animado com a perspectiva de, num futuro próximo, dividir o palco com ele e os demais na celebração de 30 anos do Angra. Essa possibilidade foi tirada de nós, dos fãs e de todos que tiveram suas vidas tocadas por ele e sua música. Vá em paz, Andre. Força aos amigos do Shaman, aos familiares, fãs e todos do seu círculo pessoal”, escreveu Andreoli.

O cantor Eduardo Falaschi, ex-Angra e atual Almah, também se pronunciou sobre a morte de Matos. “É com grande surpresa e pesar que recebi a notícia da morte de André Matos! Um dia que ficará na história por marcar uma das perdas mais impactantes para o mundo do Heavy Metal mundial, os meus mais sinceros pêsames para toda a família Matos e seus companheiros de banda”, escreveu Falaschi, que substituiu Matos no Angra após sua saída.

Carreira

Andre Matos começou a carreira na banda Viper, nos anos 1980, gravou dois álbuns, Soldiers of Sunrise e Theatre of Fate e fez shows no exterior. No começo dos anos 1990, Matos fundou o Angra, junto com André Linhares e Rafael Bittencourt. O primeiro álbum, chamado Angels Cry, tem uma das músicas mais famosas da banda, intitulada “Carry On” (“Siga em frente”, em tradução livre).

No começo dos anos 2000, com outra banda, o Shaman, Matos compôs a música “Fairy Tale” (“Conto de Fadas”). Bem aceita pelo público, a canção ganhou projeção nacional ao ser parte da trilha sonora da novela da TV Globo “O Beijo do Vampiro”. Após sair do Shaman, Matos lançou álbuns de sua carreira solo, fez shows tocando na íntegra os dois primeiros discos do Angra e, recentemente, fazia uma turnê comemorativa do primeiro álbum do Shaman. Seu último show foi no fim de semana passado.