Anderson Silva terá revanche contra Weidman em dezembro

Segundo site da revista GQ, lutador de MMA desmentiu quem afirmou que sua derrota foi vendida

São Paulo – Logo depois de perder o cinturão dos pesos médios para Chris Weidman, o lutador de MMA Anderson Silva afirmou que não tinha a intenção de retomar o título e pensava em se aposentar. Mas, de acordo com entrevista dada ao site da revista GQ, divulgada nesta sexta-feira, ele mudou de ideia. O astro do UFC afirmou que a revanche contra o americano está marcada para o dia 28 de dezembro.

O brasileiro não revelou o que o fez mudar de ideia quanto aos planos relacionados à sua carreira. Coincidência ou não, o presidente do UFC Dana White parecia já ter certeza dessa nova decisão. Na entrevista coletiva realizada após o combate do último dia 6, White falou diante das câmeras e jornalistas do mundo todo que, apesar do que o lutador havia dito, ele garantia “que não há nada que Silva queira mais do que a revanche com Chris Weidman”.

À GQ, Silva disse ainda que não se arrepende do jogo que fez no segundo round, mas que, se pudesse voltar no tempo, teria entrado mais focado na luta. Ele ainda desmentiu as várias especulações sobre a “venda” do resultado e afirmou que nunca faria esse tipo de combinação prévia.

A disputa perdida era a 11ª vez que ele defendia o cinturão e acabou sendo marcada pelo primeiro nocaute de sua carreira. As reações do público se dividiram entre surpresa, indignação e deboche. Entre os lutadores que também participam do UFC, muitos se manifestaram em apoio, enquanto outros criticaram sua postura no octógono.

O americano Jon Jones afirmou, em uma entrevista coletiva para divulgar sua próxima luta, que Anderson Silva é um lutador magnífico, mas “abusou de seu dom, desrespeitou o seu dom ao desrespeitar o adversário”. Por causa dessa atitude, ele considerou que os “Deuses da Guerra” o fizeram pagar. Uma super-luta entre os dois astros do MMA estava sendo cogitada, se o brasileiro vencesse Weidman, mas com o resultado, a possibilidade desapareceu.