Agente 007 continuará sendo um homem, diz produtora de James Bond

Barbara Broccoli respondeu a boatos que indicam mudanças no personagem para adequá-lo aos novos tempos

Londres, 6 out – A americana Barbara Broccoli, produtora dos filmes de James Bond, disse que o agente 007 “provavelmente continuará sendo um homem”, em declarações ao jornal britânico “The Guardian”, em um momento no qual estão sendo ventiladas mudanças no personagem para adequá-lo aos novos tempos.

“Bond é homem. É um personagem masculino. Foi idealizado como homem e acredito que provavelmente continuará sendo um homem”, disse Broccoli, ao comentar as constantes especulações no Reino Unido sobre as mudanças que poderiam ser feitas na saga do agente secreto.

A produtora executiva argumentou que “não se deve transformar personagens masculinos em mulheres” e que “simplesmente é possível criar mais personagens femininos e desenvolver a história em torno destes”.

Barbara, de 58 anos, substituiu seu pai Albert Broccoli no comando da produtora britânica Eon Productions, que é responsável pelos filmes do agente secreto britânico criado por Ian Fleming.

O último episódio da saga, Bond 25, que será mais uma vez protagonizado por Daniel Craig, deve estrear em 14 de fevereiro de 2020, mais tarde que o previsto, devido à desistência em agosto, por “diferenças criativas”, do diretor britânico Danny Boyle, que foi substituído pelo americano Cary Fukunaga.

O debate sobre o gênero de um futuro Bond acontece no momento em que estreará no Reino Unido uma nova temporada da popular série “Doctor Who”, que pela primeira vez – em mais de 50 anos – será protagonizada por uma mulher, a atriz Jodie Whittaker. EFE