Veja os relógios com repetição de minutos da Patek Philippe

Esse tipo de relógio é dado como uma das mais complexas complicações da relojoaria, uma das mais exclusivas e caras para serem produzidas

Originários muito antes do amplo uso da eletricidade, o relógios com repetição de minutos eram uma solução ideal para, discretamente, checar a hora certa durante o dia e a noite.

Enquanto os primeiros exemplos produziam sons medíocres e abafados, a indústria se preocupou com a introdução de sinos e depois gongos afinados, que tornaram possível a indicação não apenas de horas, mas também de quartos de horas, meio-quarto de hora, intervalos de cinco minutos, etc.

Cada um deles com sons diferentes. Hoje em dia, o repetidor de minutos é dado como uma das mais complexas complicações da relojoaria, uma das mais exclusivas e caras para serem produzidas.

A relojoaria suíça Patek Philippe tem sido não apenas grande força-motriz para a reintrodução deste tipo de relógio no mercado ao longo dos últimos 25 anos, a companhia ainda oferece uma das maiores coleções de modelos com tais complicações, tanto para homens, quanto para mulheres.

Cada relojoeiro ocupa entre 200 e 300 horas de seu trabalho para criar um repetidor de minutos. Cada relógio possui peças exclusivas, feitas individualmente, que soaram de maneira distinta em cada modelo finalizado.

Além disso, cada repetidor de minutos é verificado pessoalmente pelo presidente da Patek Philippe Thierry Stern antes de deixar a fábrica.

Nossos colegas do WatchTime Alemanha (watchtime.net) tiveram, recentemente, a raríssima oportunidade de assistir a seis repetidores de minutos da Patek Philippe em ação.

Todos eles possuem gongos com três diferentes notas: o tom mais grave é para horas, dois tons juntos indicam os quartos de horas, e os minutos adicionais são dados pelo tom mais agudo.

Como você verá a seguir, a hora é dada por martelos de aço em diferentes gongos. Todas as peças apresentadas nos vídeos abaixo foram ajustadas para poucos minutos antes da uma hora, para que o máximo de sinos fossem tocados.

Patek Philippe Ref. 5074R-012 em ouro rosa (597.200 Francos Suíços). Movimento automático calibre R 27 Q, calendário perpétuo com fases da lua, indicação de dia e noite; caixa de 42 mm de diâmetro.

Patek Philippe Ref. 5207/700P-001 em platina (826.400 Francos Suíços). Movimento de corda manual calibre R TO 27 PS QI, calendário perpétuo com fases da lua, turbilhão e indicação de dia e noite; 41 mm de diâmetro de caixa.

Patek Philippe Ref. 5078P-001 em platina (398.100 Francos Suíços). Movimento automático calibre R 27 OS com mostrador esmaltado e caixa de 38 mm de diâmetro.

Patek Philippe Ref. 5073P-010 com caixa em platina de 42 mm (749.300 Francos Suíços). Movimento de corda automática calibre R 27 Q, calendário perpétuo com fases da lua e indicação de 24 horas.

Patek Philippe Ref. 5304R-001 com caixa em ouro rosa e 43 mm (639.100 Francos Suíços). Movimento automático calibre R 27 PS QR LU, calendário perpétuo com ponteiro de data retrógrado.

Patek Philippe Ref. 5217P-001 com caixa de 39,5 mm em platina (881.500 Francos Suíços). Movimento de corda manual R TO 27 PS QR com calendário perpétuo, ponteiro retrógrado de data, fases da lua e turbilhão.