30% dos millennials têm preguiça de sair para beber com amigos

Segundo pesquisa, um terço das pessoas nascidas entre as décadas de 80 e 90 preferem beber em casa a socializar com amigos

São Paulo – Sair para beber com os amigos é algo comum para maioria das pessoas independentemente da idade. Uma pesquisa recente, no entanto, apontou que os millennials, pessoas nascidas entre os anos 80 e 90, preferem beber em casa e a razão é só uma: preguiça.

De acordo com o levantamento, feito pela Mintel, nos Estados Unidos, cerca de 30% das pessoas entre 24 e 31 anos optam por beber em casa, pois acreditam que é muito trabalhoso sair para tal fim.

Já entre os baby boomers, geração que contempla pessoas nascidas entre os anos 40 e 60, apenas 15% compartilham da mesma linha de pensamento dos millennials, ou seja, têm preguiça de sair para socializar com os amigos em um bar ou restaurante.

De modo geral, a pesquisa também apontou que 55% dos entrevistados de todas as faixas etárias têm preferido beber em casa. Das pessoas que costumam sair, 18% delas afirmaram que estão diminuindo a frequência dos encontros com os amigos fora de casa.

Consumo do álcool diminuiu

Tal mudança de comportamento reflete também no consumo per capita de bebidas alcoólicas nos Estados Unidos – que caiu de 20,9 litros por pessoas em 2010 para 17,8 litros em 2017.

Outra constatação curiosa do levantamento é a preferência pelos tipos de bebidas consumidas. O vinho e drinks mais sofisticados têm conquistado o paladar das pessoas principalmente as mais jovens.

Atualmente, segundo a Mintel, cerca de 40% das opções de bebidas dos cardápios dos bares americanos têm o vinho como protagonista, seja ele puro ou inserido em algum coquetel.

“Embora os consumidores estejam bebendo menos, eles estão preferindo bebidas mais requintadas, como cervejas importadas, destilados premium e o próprio vinho”, afirmou Caleb Bryant, analista de foodservice da Mintel.