3 passos para montar uma cozinha retrô

O estilo retrô é baseado num modelo de decoração do passado, é super charmoso, atual e cai bem com decorações de cozinha. Confira exemplos

Na contemporaneidade em que vivemos, não existe um único estilo pré-definido. Hoje a moda é bastante democrática. 

Num mesmo ambiente podem-se ter itens clássicos e modernos, claros e escuros, contrastes harmoniosos. E em vários projetos recentes, incluindo para decoração de cozinha, pode-se perceber algo muito curioso, que é a volta do retrô. 

Condecorar Arquitetura e Interiores Condecorar Arquitetura e Interiores

Condecorar Arquitetura e Interiores (Viva Decora/Divulgação)

Sobre as cozinhas retrô

É comum ouvirmos por aí a frase “o retrô nunca sai de moda”. Mas, afinal, o que é o retrô? Este termo faz relação a um estilo de decoração que foi comum em meados das décadas de 70 e 80. Sua tradução significa  “para trás” ou “em tempos passados”. 

Então quer dizer que se trata de um design que é novo, porém inspirado nos tempos que já se foram. E esta é uma ótima opção para quem quer criar uma cozinha charmosa.

O retrô é um estilo muito bacana e que vem ganhando cada vez mais adeptos nos últimos tempos. Por algum motivo, tem sido usado como solução para vários projetos de cozinha. 

Talvez o que atraia as pessoas seja, justamente, utilizar os detalhes deste cômodo, especialmente familiar, como meio de expressão daquilo de bom que se tinha no passado – claro que com as praticidades alcançadas nos dias de hoje.

INÁ Arquitetura INÁ Arquitetura

INÁ Arquitetura (Viva Decora/Divulgação)

Como montar uma decoração retrô para cozinha

Diferente do que algumas pessoas possam pensar, decorações retrôs não parecem démodé, mas requintadas e sofisticadas. 

E o mais legal é que os projetistas parecem ter entendido que possuem uma liberdade maior neste caso, criando efeitos visuais muitos mais incríveis. Eles brincam com os elementos de viés antigo e atual até conseguir um resultado que atenda o gosto e as necessidades de uma sociedade contemporânea.

#1 Revestimentos

Para começar a montar uma cozinha retrô é preciso primeiro ter em mente que este estilo é bastante alegre e colorido. 

Então é permitido, para projetos como este, paredes e pisos revestidos de forma bem inusitada, com ladrilhos decorados ou mesclados em preto e branco. Em vários pontos da decoração pode haver toques mais vibrantes, como em amarelo e vermelho.

Priscila de Mendonça Silva Priscila de Mendonça Silva

Priscila de Mendonça Silva (Viva Decora/Divulgação)

#2 Móveis

Agora, para os móveis a “pegada” é outra. Mantendo o fundo neutro, todos os armários, balcões, mesas e banquetas podem aparecer em tonalidades pastéis. Isto remete aos modelos de cozinhas brasileiras de outrora. 

Quem nunca conheceu a casa de uma avó ou tia avó com ambiente mobiliados com peças em cores como azul, bege ou marrom caramelo? Só que nos projetos modernos isto é apresentado de um jeito mais descolado?

Muitos designers dedicaram sua carreira inteira a criar peças inspiradas no estilo retrô e também no estilo vintage – mais parecido com o período entre os anos 20 e 50. 

Mas, especificamente em se tratando dos móveis retrôs, muitos modelos aparecem com proporções baixas, pés em formas pontiagudas e, citando novamente, cores fortes. E é bastante normal que eles evoquem as boas memórias das famílias.

Ana Cano Milman Ana Cano Milman

Ana Cano Milman (Viva Decora/Divulgação)

Daniel Oliveira Daniel Oliveira

Daniel Oliveira (Viva Decora/Divulgação)

#3 Eletrodomésticos e utensílios

O retrô também vai aparecer aplicado a outros produtos do dia-a-dia das pessoas. Para ambientação de cozinhas, várias marcas de eletrodomésticos oferecem, sobretudo, modelos de fogões e geladeiras com visual antigo. 

Também batedeiras, liquidificadores e cafeteiras. Além disso, muitos utensílios, como panelas, são vendidos em padrões e linhas inspirados no estilo retrô.

Aqui no Brasil, as decorações de cozinhas retrôs podem aparecer com dois visuais. Uma inspirada na cultura americana e todo o clima do pop e do rock das décadas passadas e outra na descoberta da brasilidade. 

Então é possível também considerar para estes projetos itens como filtros de barro e vasos de moringas, por exemplo.

“É uma tendência que vale a pena e não é preciso gastar muito dinheiro, basta investir nos acessórios certos.”, conta a arquiteta Karla Amadori, em reportagem de Revista Zap Imóveis.

Agora, por que será que o estilo retrô de hoje parece tão mais moderno? Dê uma olhada nas propostas de decoração que apresentamos neste texto. 

Elas provam que o visual antigo não compromete questões como funcionalidade, resistência e praticidade – coisas tão valorizadas nos dias de hoje. E também que para compor um cenário assim não precisa se valer de nada velho e usado, mas de produtos novos, com alta tecnologia. 

 

Archduo Arquitetura e Rico Mendonça Archduo Arquitetura e Rico Mendonça

Archduo Arquitetura e Rico Mendonça (Viva Decora/Divulgação)

Mariana Luccisano Mariana Luccisano

Mariana Luccisano (Viva Decora/Divulgação)

Mariana Luccisano Mariana Luccisano

Mariana Luccisano (Viva Decora/Divulgação)