24 capas de LP inspiradas nos maiores craques do futebol mundial

Pelé, Zico, Sócrates, Ronaldo... Já pensou ver essa seleção de monstros em capas de disco? Um designer apaixonado por futebol estudou como e fez

collage

 (Montagem/VIP/Reprodução)

Já imaginou ver a cara dos principais astros do mundo da bola em discos de vinil?

A ideia de fazer uma capa vintage com o rosto dos principais craques do futebol mundial surgiu pelas mãos do designer freelancer inglês James Campbell.

Aficcionado por futebol, o jovem, que reside em Nova York, uniu sua paixão pelo esporte ao talento de artista visual.

Em sua conta no Instagram, essa relação de amor é visível.

E dela saiu estas 24 obras de artes. E tem muito brasileiro na lista!

 

1. Pelé

Pelé

 (James Campbell/Divulgação)

A primeira não poderia ser de outra pessoa.

O Rei e seus três títulos de Copa do Mundo — e outros incontáveis pelo Santos — é o primeiro a estampar a capa, em trajes sociais.

 

2. Maradona

maradona

 (James Campbell/Divulgação)

Dieguito também aparece.

O maior craque argentino da história (há controvérsias…) e seus longos cabelos não poderiam ficar de fora.

 

3. Bobby Charlton

bob charlton

 (James Campbell/Divulgação)

Um dos maiores jogadores da história e conhecido como o maior jogador inglês de todos os tempos, Sir Bobby também está na lista.

Ele comandou o esquadrão da rainha no único título mundial da Inglaterra, lá em 1966.

 

4. Zico

zico

 (James Campbell/Divulgação)

O galinho é mais um brasileiro entre as capas.

Com talento incomparável, o eterno camisa 10 foi um dos símbolos do futebol arte jogado em 1982 pela seleção brasielira, ainda que o caneco não tenha vindo.

 

5. Gianni Rivera

rivera

 (James Campbell/Divulgação)

O menino de ouro da Itália foi o primeiro do país a ser eleito Bola de Ouro, maior premiação individual da Europa.

Um ano depois do prêmio, formou uma dupla implacável com Mazzola no título da Eurocopa de 1968.

 

6. Eusébio

eusebio

 (James Campbell/Divulgação)

Antes de Cristiano Ronaldo, ele era o maior atleta da história de Portugal. Eusébio foi craque do Benfica e levou a seleção ao terceiro lugar na Copa do Mundo de 1966.

O pantera negra marcou época.

 

7. Zidane

zidane

 (James Campbell/Divulgação)

Zizou is in the house!

Além de ser responsável pelo massacre francês sobre o Brasil na final da Copa de 1998 (com dois gols), o craque deu adeus ao Real Madrid após a 3ª Champions League seguida como técnico.

Sem contar seus títulos como jogador…

 

8. Beckenbauer

beckenbauer

 (James Campbell/Divulgação)

Um dos maiores alemães a pisar nos gramados, o inovador Beckenbauer esbanja toda sua irreverência em uma das capas.

Campeão do Mundo em 1974, Franz foi considerado um dos melhores do torneio.

 

9. Cruyff

cruyff

 (James Campbell/Divulgação)

Líder de uma geração mágica da Holanda, o craque foi destaque tanto como jogador (em clubes e seleção) quanto como treinador.

Revolucionou o futebol com a histórica “laranja mecânica”, uma formação tática que não guardava posições.

 

10. Jairzinho

jairzinho

 (James Campbell/Divulgação)

Um dos heróis da conquista da Taça Jules Rimet em 1970, o tricampeão mundial foi responsável por dois lances emblemáticos naquela Copa.

O “furacão” deu o passe para a cabeçada de Pelé contra o goleiro inglês Gordon Banks, cuja defesa é considerada a maior da história do futebol.

Além disso, fez o gol contra a mesma Inglaterra, após Pelé retribuir com uma assistência.

 

11. Best

best

 (James Campbell/Divulgação)

O norte-irlandês nunca disputou uma Copa do Mundo, mas foi ídolo do Manchester United e considerado um dos maiores jogadores europeus.

Ganhou a Bola de Ouro e diversos prêmios de artilharia pelo clube inglês.

 

12. Gerd Müller

muller

 (James Campbell/Divulgação)

Também campeão em 1974 pela Alemanha, é um dos atacantes mais emblemáticos da história.

Acumulou artilharias ao longo da carreira, inclusive o recorde de gols na Bundesliga, o torneio nacional de seu país.

 

13. Mario Kempes

kempes

 (James Campbell/Divulgação)

Um dos protagonistas do título argentino em 1978, Kempes demorou a engrenar, mas apareceu de forma decisiva nas fases de mata-mata daquela competição.

É o único jogador a ser artilheiro e campeão de uma mesma Copa do Mundo como anfitrião.

 

14. Sócrates

socrates

 (James Campbell/Divulgação)

Ídolo corintiano, o Doutor é considerado um grande nome dentro e fora de campo.

Dono de um futebol de cadência e muito talento, lutou de forma ativa pela democracia no Brasil e foi um dos principais nomes da Seleção de 1982.

 

15. Paollo Rossi e Marco Tardelli

rossi

 (James Campbell/Divulgação)

Carrascos do Brasil na Copa de 1982, a dupla italiana é a primeira a aparecer junta em uma capa.

Foram heróis do título naquele ano, com um futebol extremamente aguerrido e eficiente.

 

16. Platini

platini3

 (James Campbell/Divulgação)

Um dos grandes craques franceses, Platini foi multicampeão pela Juventus da Itália e conquistou uma série de títulos individuais, entre os quais três Bolas de Ouro.

Mesmo sem Copa do Mundo, teve atuações fantásticas na competição, mas se firmou como ídolo após o título da Eurocopa em 1984.

 

17. Emilio Butragueño

butragueno

 (James Campbell/Divulgação)

Ídolo madrilenho, o jogador teve passagem curta, mas avassaladora pela seleção espanhola.

Na Copa de 1986, marcou 4 gols na vitória da Fúria por 5 a 1 sobre a “Dinamáquina”.

 

18. Van Basten

van-basten

 (James Campbell/Reprodução)

Um dos grandes jogadores das boas gerações holandesas, Van Basten foi ídolo no Ajax, da Holanda, e do Milan da Itália.

Foi agraciado com três Bolas de Ouro e várias artilharias pelos clubes.

 

19. Valderrama

valderrama

 (James Campbell/Divulgação)

Colombiano com mais jogos pela Seleção, Valderrama, com seu visual icônico, é um dos grandes ídolos do país.

Consagrou-se por grandes atuações e assistências ao longo de seus anos de campeonato colombiano e de MSL, liga norte-americana.

 

20. Roger Milla

milla

 (James Campbell/Divulgação)

Uma das maiores referências do futebol africano, encantou o futebol com seu futebol forte e muito técnico.

Além de jogar muita bola na França, na Copa de 1990 levou a Seleção camaronesa às quartas de final. Nunca antes um time africano havia ido tão longe.

 

21. Baggio

baggio

 (James Campbell/Divulgação)

Eleito melhor do mundo em 1993 pela FIFA e único italiano a marcar em três mundiais, Baggio foi um dos jogadores mais talentosos da Azzurra.

Em 1994, na final da Copa do Mundo contra o Brasil, chutou para fora o pênalti que decidiu a partida.

 

22. Lineker e Paul Gascoigne

lineker

Dois grandes jogadores ingleses desfilam juntos na capa.

Lineker foi artilheiro da Copa de 1986 pelos leões e fazia boa parceria com Paul Gascoigne, cujo temperamento tempestivo não permitiu que o jogador deslanchasse.

Mesmo assim, “Gazza” foi um ótimo atacante.

 

23. Ronaldo

ronaldo

 (James Campbell/Divulgação)

Autor de dois gols na final da Copa do Mundo de 2002 e artilheiro daquele ano, o fenômeno brilhou em todos os clubes pelos quais passou em sua carreira vitoriosa.

Participou de 4 Copas do Mundo, mas só precisou de 3 para conseguir marcar 15 gols e ser um dos maiores artilheiros da história do torneio.

 

24. Beckham

beckham

 (James Campbell/)

David Beckham se destacou logo cedo no Manchester United, onde foi multicampeão.

Exímio batedor de falta, incorporou a talentosa geração inglesa dos anos 90-2000.

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Aceito receber ocasionalmente ofertas especiais e de outros produtos e serviços do Grupo Abril.
Política de Privacidade