15 influenciadoras que mostram o lado real da maternidade

Mundo de sonho? Que nada! Estas mulheres mostram a realidade da vida das mães: caótica, mas sem deixar de ser apaixonante

São Paulo – Mãe de primeira viagem, e cansada de ver celebridades que só mostram o lado “conto de fadas” da maternidade? Suas visualizações têm destino certo: o perfil de 15 influenciadoras digitais que buscam mostrar, em diferentes níveis, o cotidiano “perrengue” da maternidade e também da gravidez.

As mais populares são instagrammers e youtubers, como Aline Vicente, do “Dia a Dia de Mamãe”; Lu Ferreira, do “Chata de Galocha”; a Gabi, que divide suas impressões ao lado do marido Tiago, do “Tiago e Gabi”; a Helen Ramos, do “Hel Mother”; e Thais Vilarinho, do “Mãe Fora da Caixa”.

Muitas começaram sua trajetória em blogs de sucesso e acabaram criando canais também nessas redes sociais, como o Macetes de Mãe. Algumas não falavam, desde o início, sobre a maternidade, mas o assunto passou a tomar tamanha parte do cotidiano que passaram a incluir o tema em seus canais. É o caso do perfil “Lápis de mãe”.

As influenciadoras não têm, necessariamente, formação na área de saúde ou qualquer outra relacionada à crianças: são apenas mães que querem dividir aprendizados e, por que não, erros. Um exemplo é a Shirley, que conta que resolveu montar o blog “Macetes de Mãe” no oitavo mês de gravidez, sem ter trocado uma fralda na vida. Fez tanto sucesso que o blog se tornou um site e virou um canal no YouTube, com 114 mil inscritos.

Conheça abaixo um pouco sobre o canal de cada uma das influenciadoras:

Naiumi Goldoni

Canal: Instagram

Seguidores: 766 mil

Naiumi é mãe da Maelle. Além da conta no Instagram, no qual publica relatos sobre o primeiro dente, o sono agitado de mãe, entre outros, a atriz também tem um canal no YouTube, no qual faz o relato do seu parto normal, a primeira vez na piscina da filha e por quê ela não usou berço.

Dia a dia de mamãe

Aline Vicente e sua filha Laura, autista funcional Aline Vicente e sua filha Laura, autista funcional

Aline Vicente e sua filha Laura, autista funcional (Instagram/Divulgação)

Canal: Instagram

Seguidores: 371 mil

Aline Vicente é mãe de Laura, 3 anos e classificada por ela como “um doce de menina austista” e Sarah, de 1 ano, e publica sua rotina com as filhas no canal. Costuma publicar fotos e vídeos no YouTube sem edição e cortes, como o que mostra a sua rotina noturna depois que suas filhas passaram a dormir cedo. É fácil se identificar com seus desabafos: Aline já quis que o dia tivesse mais horas, ficou em dúvida se deve ou não ir a uma festa e mostrou como se sentiu quando sua filha ficou doente. Aline teve um parto normal após uma cesárea e mostrou a evolução da sua gravidez, semana a semana.

Tiago e Gabi

Canal: YouTube

Seguidores: 206 mil

O diferencial do canal é mostrar como o casal lidou com a gravidez dos filhos desde o início, saindo um pouco da ótica apenas da mãe. Os vídeos do casal mostram a sua rotina sem glamour. São episódios como quando uma de suas filhas ficou sem dormir às vésperas de uma cirurgia da irmã. O casal relata ainda quando se deparou com a falta de vaga para suas filhas na escola, os sentimentos que provocam o fim das férias de verão, como Gabi perdeu peso após a gravidez e até sua preocupação com a febre amarela.

Mãe fora da caixa

Canal: Instagram

Seguidores: 172 mil

Thais Vilarinho busca, em seu perfil, ser um ombro amigo para mães que se sentem pressionadas em fazer tudo sempre certo. Ela desconstrói a imagem da “mãe perfeita” e divide seus sentimentos quando retorna ao trabalho após as férias de verão, por exemplo. Com frases construtivas, também incentiva a sororidade, ao promover a reflexão antes do julgamento ou palpites sobre outras mães. Thaís já publicou suas impressões em um livro, que leva o nome do seu perfil.

Trocando fraldas

Canal: YouTube

Seguidores: 145 mil

Patrícia Amorim tem três filhos e faz vídeos informativos sobre saúde e gravidez com bom humor, tirando dúvidas comuns das novas mães. Apesar de não ter formação na área, a influenciadora digital diz que sempre pesquisou muito sobre o assunto, principalmente quando, por sete anos, foi uma “tentante”, buscando engravidar da sua segunda filha. Além dessa experiência, uma de suas filhas teve complicações ao nascer, episódio que também é relatado em seu canal. Patricia costuma convidar profissionais e outras influenciadoras digitais para participar de seus vídeos, em um formato de entrevista.

Hel mother

Canal: YouTube

Seguidores: 136 mil

Com humor ácido, Helen Ramos faz desabafos sobre a vida de mãe. Em seus vídeos mais famosos, ela relata coisas que mães estão cansadas de ouvir, compara expectativa e realidade sobre diversos temas relacionados à maternidade, fala sobre sua gravidez inesperada e compartilha suas sensações sobre birra e manha. Helen é mãe solo de Caetano e também já relatou em seu canal como é se relacionar com pessoas que não sejam o pai do seu filho.

A maternidade

Canal: Instagram

Seguidores: 130 mil

A escritora e fotógrafa Rafaela Carvalho é mãe de quatro filhos e relata, de forma bem sincera, as diferenças na criação de cada um deles. Ela conta, por exemplo, como foi fácil desfraldar seus dois meninos, mas quando chegou a vez da sua filha, o processo foi bem mais complexo.

Confesso que sentia um certo orgulho de mim mesma pela rapidez que desfraldei meus dois meninos. Ambos saíram da fralda com 2 anos e uma semana. Um processo que foi mais engraçado do que difícil. Os poucos acidentes que tivemos se tornaram histórias hilárias. Lá no fundinho eu sentia que deveria até ganhar alguma premiação, sei lá, algo que mostrasse a minha habilidade para desfraldar uma criança. Encantadora do desfralde? Supper nanny contra as fraldas? Pois bem, hoje pela segunda vez tentei iniciar o desfralde dessa pessoinha aí da foto. Resumo o meu dia dizendo que já tenho visões da minha filha entrando na igreja ainda em fraldas. A rainha do desfralde largou a coroa (leia-se teve sua coroa arrancada, pisoteada e provavelmente banhada a urina por uma menina de 2 anos). Passo o meu posto para o primeiro ministro (meu marido). Nada mais justo, afinal em breve estarei muito ocupada cuidando de um recém nascido. Ele que desfralde essa adolescente rebelde do banheiro, digo, essa anjinha meiga que atende pelo nome de Zara. . 📖: 60 diasdeneblina.com

A post shared by Rafaela Carvalho (@a.maternidade) on

Macetes de mãe

Canal: YouTube

Seguidores: 114 mil

Bem informativo, assim como o “Trocando Fraldas”, Shirley, mãe do Léo e do Caê, dá dicas diversas, desde como organizar a rotina da criança a como preparar eventos, como o chá revelação do sexo do bebê. Também orienta sobre como montar a decoração do quarto do filho. Ela compartilha experiências, sobre como ensinou o seu filho a dormir, por exemplo.

Na casa 8

Canal: Instagram

Seguidores: 66,8 mil

Atriz, ex-apresentadora da TV Globinho e mãe de Cora, 3 anos, Flávia Rubim aborda no canal, entre outros temas, a comunicação não-violenta, vínculo, confiança e presença na criação dos filhos. Há poucos dias, Flávia descobriu que está grávida de gêmeos, e deve mostrar a evolução da gravidez gemelar. A atriz é adepta da educação montessoriana e mostra como montou o quarto da sua filha seguindo os conceitos da filosofia. Também mostra sua experiência com o colar de âmbar, método BLW e cama compartilhada.

Tchulim

Canal: Instagram

Seguidores: 65,6 mil

Carol Rocha já era blogueira, mas, depois da gravidez de Valentin, hoje com 2 anos, ela mesma já declarou que seu perfil “bombou de mães”. Mãe solo, busca quebrar paradigmas da maternidade e incentiva a autoconfiança.

Mãe de primeira viagem

Canal: YouTube

Seguidores: 62 mil

A atriz e apresentadora Silvia Faro, ex-VJ da MTV, fala sobre os mais diversos temas ligados à maternidade, como a passagem do bebê da cama para o berço, e também dos sentimentos da mãe em relação ao recém-nascido, inclusive medos. Dá também dicas práticas, sobre como organizar a mala da maternidade e também a festa de aniversário.

Maternidade Comum

Canal: YouTube

Seguidores: 51,7 mil

Paloma Fernandes é mãe de meninos e busca desconstruir gêneros na criação dos seus filhos. Já abordou, no canal, temas como o seu aborto espontâneo, sexo depois da gravidez e também mostrou como fazer a papinha para o bebê.

Lápis de Mãe

Canal: Instagram

Seguidores: 36,7 mil

Feito por duas mães de primeira viagem, o canal soluciona dúvidas sobre gravidez, mostra como escolher o carrinho para o bebê e também como as autoras do canal lidaram com a reação dos filhos à chegada do irmão. Com belas fotos, também dá inspiração para decoração de festas e o quarto da criança.

Vira mexe, vemos crianças esperneando, fazendo birra por não terem conseguido aquele treco. Se jogam no chão , enraivecidas, dando pontapés e chorando. Matam os pais de vergonha. Sem saber se somem ou se ficam por perto, os pais BAJULAM na tentativa de que a cena termine logo. Não resolvendo, em segundos, alguns pais GRITAM mostrando autoridade para fazer o "fruto do seu ventre" voltar à normalidade. Ô dó! Esse tratamento – que alterna GRITO E BAJULAÇÃO apenas incentiva as birras a se tornarem mais elaboradas. Se você dá ou compra rápido a tal treco, só para terminar com o vexame, a criança aprendeu que quando ela faz birra, ela conquista. Wow, consegui um jeito de ter a "trecaria" toda que quero! Da próxima vez, o "fruto do vosso ventre" faz o mesmo, por que viu que funciona e faz de novo confiando que vai ganhar um treco novo como anteriormente. A criança ainda não aprendeu a se expressar, argumentar e explicar que gostaria de ter aquele treco, então usa esse mecanismo da birra. – ➡️ No blog a Vovófa conta as técnicas que ela usava quando saía com as filhas dela, no caso, nós mesmo!🙈😂 – LINK DIRETO NO NOSSO PERFIL. #radioldm #lapisdemaenoar

A post shared by Lápis de Mãe (@lapisdemae) on

Just Real Moms

Canal: YouTube

Seguidores: 34 mil

Juliana e Renata, amigas há mais de 20 anos, tiveram filhos na mesma época e decidiram criar um blog que pudesse conversar com mães de verdade, reunindo um pouco de tudo: anseios, primeira gravidez, educação, comportamento, moda, lazer, entre outros temas. Costumam convidar psicoterapeutas e outros profissionais, que compartilham conhecimento e experiências no canal.

Mãe Solo

Canal: Instagram

Seguidores: 8 mil

O perfil começou depois que o filho de Thaiz, a autora das tirinhas que abordam a maternidade real, nasceu, em maio de 2014. A personagem, uma mulher descabelada, cansada e peluda, mostra retratar suas próprias experiência ao enfrentar uma gravidez sozinha. Thaiz não pensou em um projeto inicialmente: apenas tinha vontade de falar da mãe “que não tinha nada a ver com a dos comerciais de margarina”