10 recordes quebrados nas nomeações do Oscar 2017

As nomeações ao Oscar 2017 viram alguns recordes sendo quebrados e outros feitos inéditos; confira a lista

São Paulo – A Academy of Motion Picture Arts and Sciences anunciou ontem (24), os indicados ao Oscar 2017, entre surpresas e nomes totalmente esperados.

Com 14 indicações, o filme “La La Land” lidera a corrida. É apenas o terceiro filme a conseguir atingir a marca de 14 nomeações. Os outros dois foram “Titanic” e “All About Eve”.

Os recordes variam entre os inusitados, os “esperados” (mais uma nomeação justa da atriz Meryl Streep) e aqueles que mostram um aumento da diversidade dentro da Academia.

Confira, a seguir, dez recordes quebrados pelas nomeações da 89ª edição da entrega dos Academy Awards.

1. 

Quebrando o seu próprio recorde, Meryl Streep recebeu a sua vigésima nomeação. Dessa vez, na categoria de Melhor Atriz por “Florence Foster Jenkins”. Streep já levou a estatueta três vezes.

2.

Pela primeira vez, uma única categoria de atuação tem três atores negros (o recorde anterior era de dois atores). Na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, o Oscar 2017 traz Viola Davis (Fences), Naomie Harris (Moonlight) e Octavia Spencer (Hidden Figures).

3.

6 atores negros foram nomeados no total, um recorde na história do Oscar: Mahershala Ali (Moonlight), Naomie Harris (Moonlight), Viola Davis (Fences), Denzel Washington (Fences), Octavia Spencer (Hidden Figures) e Ruth Negga (Loving).

4.

Com 7 horas e 47 minutos de duração, o documentário “O.J.: Made In America” é o filme mais longo da história do Oscar a receber uma nomeação em qualquer categoria.

5.

A atriz Viola Davis quebrou o recorde de nomeações para uma atriz negra ao receber a sua terceira nomeação: Melhor Atriz Coadjuvante por “Fences”. Ela é a favorita na categoria.

6.

O ator Denzel Washington quebrou o seu próprio recorde de nomeações para um ator negro ao receber a sua sétima nomeação. Dessa vez, como Melhor Ator por “Fences”.

7.

Pela primeira vez, a Austrália recebeu uma nomeação na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Vai concorrer com “Tanna” no Oscar 2017.

8.

“La La Land” se tornou o primeiro musical desde 1979 a receber uma nomeação na categoria de Melhor Filme. Os outros dois a conseguirem o feito foram “All That Jazz”, em 1979; e “Anchors Aweigh”, em 1945.

9.

Pela primeira vez na categoria Edição de Som, um time composto somente por mulheres foi indicado. Ai-Ling Lee e Mildred Iatrou Morgan estão concorrendo por “La La Land”.

10.

Joi McMillon, que editou o filme “Moonlight”, é a primeira mulher negra a receber uma nomeação na categoria Melhor Edição.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ramon Bismarck

    Olá, o tópico número 8 está equivocado, inclusive o filme “Chicago” de 2002 recebeu o Oscar de Melhor Filme.