Nas bancas

Nesta edição

Na revista

Capa
Saúde

O Brasil vai gastar em 2015 mais de 10% do PIB com saúde, e a maior parte dessa conta é paga pelo setor privado. Seria uma boa notícia se os recursos fossem usados de forma eficiente

 

Esporte

A diretoria do Flamengo, formada por executivos, celebra o maior lucro da história do futebol no Brasil. E os títulos?

 

Estratégia

Com recordes no cinema, a Disney transformou os super-heróis da Marvel em marcas desejadas

 

Capa
Saúde

Como a operadora americana Kaiser Permanente tornou-se um exemplo de eficiência num país com um dos sistemas de saúde mais inchados e caros do mundo

 

Brasil
Gestão pública

Estados e municípios têm de economizar 11 bilhões de reais neste ano para contribuir com o ajuste das contas públicas — meta cada vez mais longe de ser atingida

 

Economia

As montadoras se acostumaram a receber incentivos oficiais para impulsionar suas vendas. Agora terão de se virar sozinhas para sair da atual crise do setor

 

Negócios
Siderurgia

Endividada, a CSN precisa vender o que puder para gerar caixa. O problema é que o dono da empresa detesta fazer isso

 

Empreendedorismo

De food trucks a esmalterias, o número e a variedade de redes de franquias dis- parou. Há espaço para tanta gente?

 

Negócios globais
Educação

Experiências nos Estados Unidos mostram que é possível aumentar a qualidade de ensino em bairros miseráveis

 

Gestão
Produtividade

Para reduzir custos, cada vez mais empresas permitem que seus funcionários adotem o expediente remoto e flexível

 

Sustentabilidade
Entrevista

Para a presidente da Fundação das Nações Unidas, o Brasil pode liderar o debate global sobre mudanças climáticas

 

Finanças
Mercado imobiliário

A aquisição da BR Properties seria o maior negócio imobiliário do ano. Mas os cotistas de um fundo estão tentando atrapalhar

 

Especial
Tecnologia

A Oracle, maior empresa de software corporativo, se prepara para uma das grandes transformações de sua história

 

Ideias
Entrevista

Para Kenneth Rogoff, ex-economista-chefe do FMI, os países ricos não estão condenados a um crescimento lento

 

Sete Perguntas
Luc de Brabandere

Para o consultor em criatividade do BCG, as empresas precisam aprender a falhar para se reinventar no futuro

 

Vida Real

J.R. Guzzo

 

Seções

Carta de EXAME EXAME Digital Cartas & Emails Primeiro Lugar Outro Ângulo Só no Brasil Grandes Números Visão Global Como fazer Seu Dinheiro