Venezuela faz rápido acordo financeiro com China mirando aliança

Estatal petrolífera PDVSA concordou em pagar US$ 21,5 milhões para uma subsidiária dos EUA da chinesa Sinopec

Caracas – O governo da Venezuela, com dificuldades de caixa, acertou rapidamente um processo apresentado por uma companhia estatal chinesa.

Com isso, o país agradou um importante aliado, que detém bilhões em dívida do país sul-americano.

A estatal petrolífera PDVSA concordou em pagar US$ 21,5 milhões para uma subsidiária dos EUA da chinesa Sinopec.

O pagamento é por um embarque de 45 mil toneladas de vergalhões de aço, entregues em 2013.

Os países chegaram a um acordo na segunda-feira, duas semanas após a Sinopec entrar com um processo em um tribunal federal de Houston.

A disputa surge num momento em que a Venezuela tenta renegociar bilhões de dólares em dívida estrangeira, em meio à crescente inflação e a sanções dos Estados Unidos.

A China é um importante aliado da Venezuela e dá um apoio financeiro importante ao governo do presidente Nicolás Maduro.