Venezuela envia primeiras exportações ao Mercosul

A partida do navio de carga José Leonardo Chirinos, que pertence a uma subsidiária da petrolífera estatal PDVSA, foi transmitida ao vivo na televisão estatal

Caracas – A Venezuela enviou um primeiro carregamento de alumínio, fertilizante e vidro a seus novos parceiros no Mercosul nesta quinta-feira, apesar das crescentes importações do país e da escassez de produtos no mercado doméstico.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, saudou a adesão de seu país ao Mercosul, que inclui Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, como o marco inicial de uma nova era de cooperação econômica na América do Sul.

A partida do navio de carga José Leonardo Chirinos, que pertence a uma subsidiária da petrolífera estatal PDVSA, foi transmitida ao vivo na televisão estatal a partir do principal porto venezuelano, Puerto Cabello. A embarcação fará entregas ao Brasil e ao Uruguai.

O carregamento desta quinta-feira foi o primeiro da Venezuela como membro do bloco econômico, embora autoridades digam que várias questões relativas à regulamentação do Mercosul, incluindo tarifas, ainda precisam ser resolvidas.

O Mercosul é responsável por mais de 3 trilhões de dólares em produto interno bruto (PIB) combinado, e seus líderes dizem que o bloco seria a quinta maior economia do mundo caso fosse uma só nação.

O José Leonardo Chirinos é um dos três navios comprados pela Citgo, a unidade de refinaria da PDVSA baseada nos Estados Unidos, para ajudar a conduzir as importações e exportações da Venezuela.