Vendas no varejo de SP crescem 2,20% em outubro

Expectativa é de que o último trimestre seja um pouco mais forte devido à antecipação do saque do FGTS

São Paulo — O movimento de vendas do varejo paulistano cresceu 2,20% em outubro ante igual mês de 2018, informou nesta segunda-feira a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Nesta base de comparação, as vendas à vista avançaram 3,70%, enquanto as transações a prazo tiveram alta mais moderada, de 0,60%.

“As vendas do período foram fracas porque provavelmente o consumidor está adiando as compras para aproveitar as promoções da Black Friday e das Festas de Fim de Ano”, avalia o economista da ACSP Emílio Alfieri em comunicado da entidade.

Segundo a associação, o avanço nas transações à vista pode ter sido puxado pelo Dia das Crianças e Halloween, que vendem produtos de menor valor frequentemente comprados à vista. A alta moderada das transações a prazo, por outro lado, pode demonstrar “cautela do consumidor em outubro para efetivação de compras de bens duráveis em novembro e dezembro.”

Na comparação com setembro, as vendas em outubro cresceram 13,20%. Como os dados não têm ajuste sazonal, a comparação é difícil, já que setembro não tem datas comemorativas importantes para o comércio além da Semana do Brasil, ainda no primeiro ano. Mesmo assim, a variação foi um pouco maior do que a média dos últimos três anos (11,50%).

“A expectativa é de que o último trimestre seja um pouco mais forte do que os dos últimos três anos devido à antecipação do saque do FGTS e pela queda dos juros, beneficiando principalmente às vendas de maior valor”, diz o economista da ACSP.