Vendas de tablets devem ter 2ª queda no Brasil, diz IDC

as vendas recuaram no ano passado diante da valorização do dólar e da competição com celulares inteligentes de telas maiores

São Paulo – A venda de tablets no Brasil deve recuar 29% este ano, para 4,1 milhões de unidades, após cair no ano passado 38%, na primeira queda anual desde 2010, quando o aparelho começou a ser comercializado no Brasil, informou nesta segunda-feira a empresa de pesquisa de mercado IDC.

Além da crise econômica no país, as vendas de tablets recuaram no ano passado diante da valorização do dólar e da competição com celulares inteligentes de telas maiores, afirmou o analista Pedro Hagge, em comunicado da IDC à imprensa.

Na semana passada, a IDC divulgou queda de 13,4% nas vendas de smartphones no Brasil em 2015 e expectativa de recuo de 13% para este ano. A previsão da empresa para as vendas de computadores pessoais é de queda de 18% em 2016, após retração de 36% em 2015.