Vendas de novas moradias sobem nos EUA, confiança melhora

A confiança do consumidor cresceu mais do que o esperado este mês, na medida em que os norte-americanos reduziram as preocupações com a política fiscal

Nova York – As vendas de novas moradias subiram em janeiro no mais recente sinal de que o mercado imobiliário estava se recuperando, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira que também mostraram maior otimismo dos consumidores norte-americanos em fevereiro.

“Os números são todos muito fortes. É um aumento significativo na confiança e uma forte alta nas vendas de novas moradias –realmente, não há muito o que discutir sobre esses números,” disse David Sloan, economista da empresa 4Cast Ltd em Nova York.

Dados do Departamento de Comércio mostraram que as vendas de novas moradias saltarem 15,6 por cento para uma máxima de quatro anos e meio. O aumento percuentual foi o maior em quase 20 anos.

Por sua vez, a confiança do consumidor cresceu mais do que o esperado este mês, na medida em que os norte-americanos reduziram as preocupações com a política fiscal.

Mas embora o impacto total dos aumentos de impostos e cortes de gastos que estavam programados para entrar em vigor em 2013 tenha sido evitado, os impostos realmente subiram para alguns norte-americanos, deixando consumidores com menos dinheiro para gastar.

Um terceiro relatório mostrou que o índice composto S&P/Case Shiller de 20 áreas metropolitanas indicou que os preços das moradias subiram 6,8 por cento no ano até dezembro, o melhor ganho anual desde julho de 2006.

O índice aumentou 0,9 por cento em dezembro em uma base ajustada sazonalmente, superando as expectativas de economistas de 0,5 por cento.

Ano passado, o setor imobiliário contribuiu para o crescimento econômico pela primeira vez desde 2005. Os preços têm aumentado desde fevereiro do ano passado, uma vez que a oferta de casas disponíveis para venda diminuiu em 2012.