Vendas de automóveis nos EUA sobem 2,3% em abril

O resultado foi beneficiado pelos fortes ganhos da Toyota e da Chrysler

Detroit – As vendas de automóveis nos Estados Unidos subiram 2,3 por cento em abril, beneficiadas pelos fortes ganhos da Toyota e da Chrysler, à medida que os motoristas norte-americanos trocam carros e caminhões antigos e a economia norte-americana mostra sinais de melhora.

A taxa anual de vendas em abril somou 14,4 milhões de unidades, em linha com o que previram economistas ouvidos pela Thomson Reuters. Isso também esteve em linha com os números de março, mas foi menor que as 14,6 milhões do primeiro trimestre.

As vendas de automóveis são um dos principais indicativos da demanda do consumidor norte-americano e se provou um setor saudável da economia do país. Apesar dos sinais de que a economia geral dos Estados Unidos pode perder força, as montadoras continuam otimistas.

Chrysler e Toyota tiveram os maiores ganhos de mercado em abril, enquanto General Motors, Ford Motor, Honda Motor e Nissan Motor perderam market share, segundo a Autodata.

As vendas da Toyota subiram 11,6 por cento, e as da Chrysler saltaram 20 por cento.

GM e Ford tiveram quedas menores que as esperadas para o mês; a primeira teve retração de 8,2 por cento, enquanto as vendas da segunda caíram 5 por cento.

A GM, maior montadora dos Estados Unidos, elevou a previsão de vendas da indústria para até 14,5 milhões no ano. A montadora prevê que as vendas crescerão até 13,3 por cento em relação às de 2011.