Venda de carros comerciais leves sobe 7% em agosto

Os licenciamentos de automóveis e comerciais leves em agosto somaram 307.870 unidades, o que corresponde a uma média por dia útil de 13.385 veículos

São Paulo – As vendas totais de automóveis e comerciais leves novos no Brasil em agosto subiram 6,9 por cento em relação a julho, mas em termos de licenciamentos diários o movimento do mês passado apresentou leve redução, disse uma fonte com conhecimento à Reuters.

Os licenciamentos de automóveis e comerciais leves em agosto somaram 307.870 unidades, o que corresponde a uma média por dia útil de 13.385 veículos, ligeiramente abaixo da média de 13.714 unidades de julho. Agosto teve 23 dias úteis de vendas, dois dias a mais que julho.

Os dados indicam acomodação do setor, que no início do ano chegou a registrar índices de crescimento mensal de vendas de dois dígitos.

A associação de montadoras de veículos instaladas no país, Anfavea, estima um crescimento de vendas em 2011 de 5 por cento, para 3,69 milhões de unidades. A expectativa da entidade que reúne as concessionárias, Fenabrave, é de alta de 5,9 por cento nas vendas de automóveis e comerciais leves.

No acumulado de janeiro a agosto, as vendas de automóveis e comerciais leves somam 2,234 milhões de unidades, numa expansão de 7,5 por cento sobre um ano antes.

A Fiat encerrou o mês passado com vendas de automóveis e comerciais leves de 67.330 unidades, praticamente estável ante as 67.385 unidades de julho, de acordo com a fonte. A alemã Volkswagen registrou licenciamentos de 64.783 veículos em agosto, alta de 10 por cento sobre o volume vendido no mês anterior.

As norte-americanas General Motors e Ford apuraram vendas de 55.923 e de 28.063 unidades em agosto, crescimentos de 8,4 e 6,8 por cento, respectivamente, segundo informou a fonte.

Já a francesa Renault teve licenciamentos de 17.622 automóveis e comerciais leves no mês passado, após 16.233 unidades em julho.

A Fenabrave divulgará na sexta-feira dados consolidados de vendas do setor, incluindo ônibus, caminhões, motocicletas e implementos rodoviários. A Anfavea apresentará seu balanço de agosto, incluindo produção e exportações, na próxima quinta-feira.