UE aprovará plano de crescimento de 120 bilhões de euros

O número corresponde a 1% da riqueza nacional bruta da União Europeia

Bruxelas – Os 27 membros da União Europeia (UE) aprovarão na cúpula de chefes de Estado e de Governo do bloco um plano de crescimento para incentivar a economia e o emprego no valor de até 120 bilhões de euros, segundo a última minuta de conclusões do encontro, documento que a Agência Efe teve acesso.

O número corresponde a 1% da riqueza nacional bruta da UE. Para obter esse número se utilizará a capacidade de empréstimos do Banco Europeu de Investimento (BEI), os chamados bônus projeto e principalmente o Fundo Europeu de Investimento.

O presidente do BEI, Werner Hoyer, disse esta semana que a entidade poderia dispor de entre 150 bilhões e 180 bilhões de euros para ser utilizados a partir do início de 2013.

Para isso, a UE concederá ao BEI a única condição que solicitava Hoyer, a ampliação de capital de 10 bilhões de euros a ser aprovada pelo conselho de governadores da instituição.

Por outro lado, a UE dá seu sinal verde para lançar o mais rápido possível o projeto piloto de bônus proposto pela Comissão Europeia e que trará uma capacidade de investimento de até 4,5 bilhões de euros.

Estes bônus poderão ser utilizados em projetos nos setores de transporte, energia e infraestrutura de banda larga.

Por outro lado, os 27 membros lembram que os países, ‘segundo as regras estabelecidas’, podem usar parte dos fundos estruturais europeus e compartilhar o risco com o BEI emitindo empréstimos de garantias.

As conclusões também abrem a porta para que o Fundo Europeu de Investimento se alie em projetos empresariais de capital comum com instrumentos próprios dos países.