Tsipras participa de manifestação e pede ‘não’ em referendo

"Temos a razão do nosso lado", defendeu o premiê, em meio a aplausos e gritos de "não" de um público majoritariamente jovem que carregava bandeiras gregas

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, pediu novamente nesta sexta-feira que os gregos votem “não” no referendo de domingo para “viver com dignidade na Europa”.

Tsipras se juntou à manifestação de seus simpatizantes na praza Syntagma, em Atenas.

“Festejamos a vitória da democracia. A Grécia envia uma mensagem de dignidade. Ninguém tem o direito de ameaçar com a divisão da Europa”, disse Tsipras de um palanque em frente ao Parlamento, diante de aproximadamente 25.000 pessoas.

“Temos a razão do nosso lado”, defendeu o premiê, em meio a aplausos e gritos de “não” de um público majoritariamente jovem que carregava bandeiras gregas.

“A liberdade requer atrevimento e virtude!”, declarou.

“Com a mera celebração do referendo, a Grécia venceu, a democracia venceu”, insistiu Tsipras.

“A Grécia foi, é e será a bússola da cultura europeia”, acrescentou o primeiro-ministro.