Trump considera sanção comercial contra China, dizem autoridades

Segundo autoridades do governo americano, o presidente está frustrado com a China sobre sua falta de ação em relação à Coreia do Norte

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está ficando cada vez mais frustrado com a China devido à inação em relação à Coreia do Norte e a questões comerciais bilaterais e avalia possíveis ações comerciais contra Pequim, disseram à Reuters três autoridades graduadas do governo.

As autoridades disseram que Trump está impaciente com a China e que analisa uma série de opções, incluindo tarifas sobre a importação de aço, que foram discutidas anteriormente pelo secretário de Comércio norte-americano, Wilbur Ross.

Ainda não está claro se Trump vai realmente tomar medidas contra Pequim. Em abril, o presidente norte-americano desistiu de uma ameaça de sair do Nafta, depois de dizer que líderes do México e do Canadá lhe telefonaram pedindo que ele detivesse um decreto presidencial planejado a favor da abertura de discussões.