Tombini repete em Lisboa meta do BC de conter inflação

O presidente do Banco Central disse que o Brasil está preparado para a atual fase de transição da economia mundial

Lisboa – O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou, nesta sexta-feira, 4, em Lisboa, que o Brasil está preparado para a atual fase de transição da economia mundial.

Ele explicou que essa transição será entre um período de oferta de estímulos financeiros para uma fase de maior crescimento global, com mudanças nos fluxos financeiros internacionais.

“Estamos chegando a um período de transição com a capacidade de promover o bem público da estabilidade financeira e monetária, e também estamos num processo de trazer a inflação para baixo e garantir a estabilidade cambial, dentro de um regime de câmbio flutuante que tem servido bem ao País, fazendo com que a economia brasileira consiga transitar entre esses dois mundos sem deixá-la despreparada para a nova fase à frente, com a economia global crescendo mais fortemente”, disse Tombini durante participação no XXIII Encontro de Lisboa de Presidentes de Bancos Centrais de Países de Língua Portuguesa.

Entre as medidas adotadas recentemente pelo Banco Central, Tombini citou a constituição de reservas internacionais, medidas macroprudenciais de crédito e as intervenções diárias feitas no mercado de câmbio, citando o programa iniciado em 22 de agosto que prevê injetar até US$ 60 bilhões.