Temer indica reajustes de preços da Petrobras

Também candidato à reeleição, o vice foi questionado por empresários do setor sobre a possibilidade de reajuste para aliviar a situação de caixa da empresa

Rio – O vice-presidente Michel Temer (PMDB) afirmou na tarde desta quarta-feira, 17, que um eventual novo governo da presidente Dilma Rousseff pode aprimorar o mecanismo de reajuste de preços da Petrobras.

Também candidato à reeleição, Temer foi questionado por empresários do setor sobre a possibilidade de reajuste para aliviar a situação de caixa da empresa, que afeta toda a cadeia do setor de óleo e gás.

“Acho que tudo isso será aprimorado ao longo do tempo. Isso sempre depende de uma certa maturação e na medida em que os problemas vão surgindo, nós vamos solucionando”, afirmou o vice-presidente durante visita aos estandes de empresas da Rio Oil & Gas, principal feira do setor no país.

Temer avaliou ainda que “seguramente” um dos pontos revistos será o reajuste de preços, mas não detalhou quando ou de que forma isso seria feito no novo governo do PT.

“Não quero antecipar nada, isso vai depender de estudos técnicos”, completou.