Temer envia ao Senado indicação de diretores para o Banco Central

Trata-se de Paulo Sérgio Neves de Souza e de Maurício Costa de Moura

Brasília – O presidente Michel Temer enviou para a apreciação do Senado Federal a indicação de nomes para comandar duas diretorias do Banco Central. Trata-se de Paulo Sérgio Neves de Souza e de Maurício Costa de Moura. Os dois já são servidores do BC. Paulo Sérgio de Souza é o titular do Departamento de Supervisão Bancária (Desup), que fica em São Paulo, e Maurício de Moura é chefe de gabinete do presidente do BC, Ilan Goldfajn.

As indicações constam de mensagens divulgadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, dia 11. As publicações não informam as diretorias que deverão ser ocupadas pelos indicados, caso sejam aprovados no Senado. O Desup, chefiado por Paulo Sérgio de Souza, é vinculado à Diretoria de Fiscalização, cujo titular é Anthero de Moraes Meirelles.

Para assumir os novos cargos, Souza e Moura precisam ter seus nomes aprovados em comissão e no plenário do Senado. Na comissão, eles também passarão por uma sabatina.

A proposta de mudança de diretores do BC submetida ao Senado ocorre depois que Ilan se reuniu nesta quinta-feira, 10, por conferência, com o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O encontro não foi realizado pessoalmente porque Eunício e Meirelles estavam em reunião no Palácio do Planalto e não puderam se deslocar para o Senado, onde Ilan os aguardavam.

Ao sair da reunião, Ilan não detalhou aos jornalistas o tema da conversa, apenas afirmou que “tudo foi resolvido”. A assessoria do BC havia informado que a pauta da reunião eram as medidas provisórias de interesse de BC e Fazenda: MP 775 (Garantias), 777 (TLP) e 784 (Bancos).